Close Menu

Busque por Palavra Chave

“Temos de nos adaptar e economizar”, evidencia Leni

Por: Janquieli Ceruti
10/05/2017 14:32 - Atualizado em 10/05/2017 14:35
Secretária Leni Granzotto destacou à repórter Janquieli Ceruti a importância da parceria com a Administração Municipal (Foto: Felipe Giachini/LÊ) Secretária Leni Granzotto destacou à repórter Janquieli Ceruti a importância da parceria com a Administração Municipal (Foto: Felipe Giachini/LÊ)

Há quatro meses em Xaxim, a secretária da Saúde, Leni Coelho Granzotto, é formada em Educação e tem especialização pelo Ministério da Saúde. Após atuar por 12 anos na Secretaria de Estado da Saúde, assim que Lírio Dagort (PSD) assumiu a Prefeitura de Xaxim, em janeiro, Leni foi convidada a assumir a Pasta. A secretária preza pela melhora nas condições de Saúde Pública e pelo compromisso de fazer uma gestão comprometida com a comunidade xaxinense.

LÊ NOTÍCIAS: A Carreta da OdontoSesc já está em Xaxim e começará a atender no próximo dia 16. Qual é a importância desta ação dentro do município e da participação comunitária?

Leni Granzotto: É um trabalho social gratuito que trará para nossa comunidade a oportunidade de receber esse atendimento de qualidade numa parceria que tenho certeza que dará certo porque conhecemos o trabalho do Sesc, que é sério e de muito compromisso. Também aproveito para agradecê-los por esses 43 dias em que eles estarão em Xaxim. Toda nossa equipe da odontologia estará envolvida, tanto que disponibilizaremos quatro dentistas e três atendentes de saúde bucal na carreta. Além disso, a parte administrativa do município também estará envolvida. Também nesta ação, prezaremos pela qualidade e segurança.

LÊ: Para reduzir gastos e fazer o melhor aproveitamento dos profissionais, a Unidade de Saúde do bairro Frei Bruno uniu-se a do Alvorada. Qual é a avaliação desta medida e da mudança de endereço da Secretaria?

Leni: Faz dois meses que realizamos a junção das unidades e num primeiro momento tivemos uma grande preocupação porque a comunidade já estava acostumada com a do bairro a que pertencem, com as consultas e atendimentos. Há alguns dias fizemos uma reunião com toda a equipe técnica e administrativa e as avaliações foram ótimas, pois a comunidade está aplaudindo a atitude e não tivemos reclamações. É um projeto que está dando certo e a gente também está contente porque atendeu a todas as nossas expectativas. A equipe ficou mais fortalecida, contamos com dois médicos e toda a equipe que atendia no Frei Bruno juntou-se a do Alvorada. Além de proporcionar uma melhora na qualidade do atendimento, trouxe economia para o município. Quanto à mudança da Secretaria, a estrutura da antiga estava bastante deteriorada e vimos a necessidade de transferir tudo para onde era a Unidade no bairro Frei Bruno. Também estudamos a possibilidade de que o almoxarifado e a Farmácia Municipal passem para o mesmo local. Isso traria uma economia de aproximadamente R$ 4 mil mensais e, num período de crise, temos de nos adaptar e economizar.

LÊ: Exames de mamografia representam grande demanda em Xaxim, montante este que a Secretaria e a Rede Feminina não estão conseguindo vencer. O que deverá ser feito a respeito?

Leni: Já estamos fazendo convênio com o Sesc, que estará aqui nos meses de outubro, novembro e dezembro realizando todos os exames de mamografia que o município precisa. É uma noticia boa e que tem gerado uma grande expectativa nas mulheres. Essa parceria do Sesc só tem a fazer uma grande melhoramento para o município e atenderá as expectativas da população. Hoje a Rede Feminina conta com uma enfermeira que foi cedida pela Secretaria para agilizar os atendimentos. Disponibilizamos também 40 exames semanais que encaminhamos para o Hospital Regional São Paulo por meio de um convênio para que as mulheres consigam fazer o exame. Essas medidas só têm a facilitar o acesso da população aos exames preventivos e evitar problemas futuros.

LÊ: Doses de vacinas estragaram no município devido à alta na temperatura. Quais foram os prejuízos?

Leni: Houve uma queda de energia, que elevou a temperatura da câmara fria onde essas vacinas estavam armazenadas. Assim que vimos o problema, encaminhamos o relatório para o Estado, que já nos deu retorno. Essas vacinas estavam no estoque em grande quantidade, mas após isso todas foram incineradas, não ficamos com nenhuma de modo a não colocar em risco a vida da população, inclusive as vacinas contra gripe não estavam ali, portanto ninguém foi afetado. Houve um prejuízo de R$ 42 mil, mas hoje tudo está em dia para que isso não venha a acontecer novamente.

LÊ: Como a senhora avalia os primeiros meses de trabalho?

Leni: Encontramos bastante dificuldades, tendo em vista a dívida a ser paga pelo município e, por conta disso, não temos grandes investimentos na Saúde nestes primeiros meses. A gente vem mantendo o básico e necessário para a população, mas, dentro das nossas condições e junto à Administração, procuramos atender essa demanda com o compromisso de proporcionar uma Saúde melhor aos munícipes. Temos algumas parcerias e também emendas parlamentares e a parceria com o prefeito Lírio é muito boa porque ele é bastante comprometido com a Saúde na cidade e está sempre buscando recursos, reunindo profissionais para analisar a situação e discutir melhorias. Somos bem parceiros, é um trabalho de equipe.



Outras Notícias
Vederti Mobile
Sicoob Mobile
Rech Mobile
Unoesc Xaxim - Pós Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plíno Arlindo Nês, 1105, Sala, 202, Centro