Close Menu

Busque por Palavra Chave

Piracanjuba - Mobile

Editorial | Fora Moisés, fora Daniela Reinehr!

Por: Editorial
21/07/2020 18:10 - Atualizado em 21/07/2020 18:12
Axe Schettini/Lê Notícias

Está amadurecido para que o governador de SC seja imediatamente retirado do comando do Estado. Não há mais clima para que ele continue dirigindo os destinos dos catarinenses. Sua afronta e insensibilidade, respeito às orientações de zelo e transparência, amizade e locução com os setores que negou, tirou-lhe o papel de guia, de líder, de valente.

Não há mais clima para continuar falando sem fazer, andando para trás, isolando o Estado do debate. Quer ser governador e não faz nada para que isso ocorra. Não tem identidade com o valoroso fomento catarinense. Por quê? Não foi talhado para isso. Apenas jogou seu nome no processo eleitoral ignorando esta importância com brincadeiras infantis, bizarrices administrativas, virando as costas ao setor produtivo, coletivo, institucional.

Quem não respeita o povo, as autoridades constituídas e um desenho de entendimento entre os Poderes, não tem pulso para seguir e, descuidado, jogar o Estado no buraco da falência.

Os deputados estaduais precisam entender isso e jogar suas responsabilidades no plano de solução. Se amputar o braço não resolve, são necessárias ações que evitem o tropeço coletivo com a condenação sumária. Não há mais tempo para que o cidadão catarinense suporte esta asfixia com o peso de segurar a inoperância, intolerância, incapacidade, irresponsabilidade e, mais do que tudo isso, fragilidade tutorial.

Carlos Moisés não tem mais capacidade de continuar pilotando esta enorme aeronave com os motores em ótimo estado. Ele vai avariar a aeronave e colocar em risco a vida dos catarinenses, sua economia, a força conquistada na difícil tarefa de se manter como os melhores Estados do país. Se isso não é, por si, um argumento, então quais devem ser para que esta infâmia contra o uso de suspeição dos recursos públicos e, mais do que isso, a ardente corrupção que levou seus colaboradores à prisão.

Não há mais tempo. A hora é agora. Agora é uma insinuação para que, desde já, as providências passem a ser adotadas para amadurecer o impeachment.

Não é a cassação o governador e sua vice que está em jogo, mas sim tirar a Bandeira dos Catarinenses da lama, do lodo, do limbo. Levantar no mais alto mastro da moralidade para que tremule e possa, neste sentimento, devolver a dignidade, o orgulho e dar direção ao desenvolvimento em uma harmonia limpa, veloz, vivaz e serena.

Os cidadãos estão acanhados, moribundos, nas trevas de um caminho pífio, sem a energia que o cargo oferece. Sendo assim, claramente, o Lê NOTÍCIAS defende que a Assembleia Legislativa de Santa Catarina ofereça a aceitação do pedido de impeachment para que os deputados possam avaliar não somente o resultado da CPI, mas a defesa que o governador tem a fazer.

A abertura da Comissão do Impeachment é da Democracia e ela deve estar na pauta para que o catarinense possa entender como todo este processo se arrastou e para onde ele vai seguir.

Da parte deste Editorial, o pedido é de cassação de Carlos Moisés e Daniela Reinehr sem qualquer constrangimento. É o momento de dar ao povo trabalhador e aos empresários, um Norte a ser seguido. Fora Moisés, fora Daniela Reinehr.


Publicações Legais Mobile
Vederti Mobile
Sicoob Mobile
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro