Close Menu

Busque por Palavra Chave

Direito em Foco | A dança dos cretinos

Por: Celso Zamarchi Cenci
18/09/2020 11:32
Tamanho da fonte: A A
Piracanjuba - Desktop

O presidente da OAB nacional, Felipe Santa Cruz, foi delatado por Orlando Diniz, ex-presidente da Fecomércio do Rio. No depoimento, disse que Santa Cruz pediu 120 mil em espécie para sua campanha à reeleição da OAB carioca em 2014.

A Ordem dos Advogados do Brasil, talvez a entidade de classe profissional mais relevante do país, está tardando a ter finalmente suas vísceras expostas. Só ainda não foi porque a alta cúpula da Ordem sempre foi frequentada por serventuários de parlamentares do alto clero com suas conveniências políticas e tem uma horda de desembargadores e ministros profundamente gratos.

No nosso mundo, a OAB regula e defende a atividade advocatícia. Em tese. Ela funciona na defesa da Advocacia nas subseções, ali sim, a luta dos presidentes é diária pelas prerrogativas do Advogado, na melhoria das condições do Judiciário, participa em todos os aspectos da sociedade. Mas lá em cima, nas seções dos estados e na nacional o que acontece é a concordata, o acerto, a troca de favores e a facilitação, com algum engodo a favor da advocacia de vez em quando pra manter as aparências; sim, exato, tal qual um partido político.

A OAB tem participação, por lei, na indicação de profissionais para cargos de desembargador e ministro nos tribunais do país, tendo aí os presidentes uma porta aberta para a barganha tradicional: os favores. É daí que vem essas situações como o acerto do Santa Cruz que foi delatado, senão por qual outro motivo alguém precisaria de 120 mil pra uma campanha a nível de estado para um cargo que é voluntário?

Ninguém vai dizer que é por amor à Advocacia. Um cara que admitiu publicamente que milita, que foi candidato a vereador, que se posiciona politicamente atuando pela Ordem, que defende abertamente posições de juízes das altas Cortes do Judiciário onde seu escritório tem processos aguardando julgamento, ou seja, que tem preferências ideológicas escancaradas à opinião pública e vive de puxar saco de magistrado só está lá para exercer os poderes dados pelas procurações dos seus clientes congressistas com pendências processuais.

Foi eleito indiretamente, a esmagadora maioria da classe nem sequer sabia quem esse lacaio era antes de nos contarem que tinha sido eleito, e escreva aí: daqui a algum tempo, vai ser indicado para algum cargo em algum Tribunal de Justiça ou órgão do Judiciário por aí.

Essa é a dança dos cretinos, mesmo que essa delação seja só uma ilação, como disse Santa Cruz, seu mandato não tem outra finalidade senão viabilizar os interesses dos seus clientes, perseguir seus desafetos, trocar favores e cobrar gentilezas.


Sicoob 2018 - Home
Vederti Chapecó
Publicações Legais
Rech

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro