Close Menu

Busque por Palavra Chave

Moisés faz pressão no decano; Mariza enfrenta Zilli; Nilza Simas em Itapema; Pesquisas suspeitas; PSDB preparado; Julio republicano

Por: Marcos Schettini
13/10/2020 10:33
Tamanho da fonte: A A
Piracanjuba - Desktop
Daniel Conzi/Agência AL

A postura republicana de Julio Garcia

A entrevista que o presidente da Alesc concedeu aos jornalistas Moacir Pereira e Alexandre Mendonça na noite de ontem no Conexão ND, mostrou um quadro geral da tranquilidade vivida pelo líder da Assembleia em relação aos ataques recebidos pela tropa de choque de Carlos Moisés que, ameaçado de queda do governo, utiliza-se de suas facilidades para bombardear a figura do chefe da Mesa Legislativa exatamente nas semanas em que tem a decisão do aumento irregular dado à PGE pelos grupos de Câmaras do TJ e a decisão da ministra Rosa Weber com ação desta mesma entidade a oferecer. Na outra semana, dia 23 de outubro, Dia do Aviador, o comandante pode ser retirado da aeronave se, assim, configurar o Tribunal de Julgamento pelo afastamento. Julio respondeu a todas as perguntas de modo tranquilo, rápido e sem enrolação. Enfrentou as perguntas fortes e deu luz às dúvidas. O esperado de um homem com 40 anos de vida pública e respeitado pelos partidos e Poderes constituídos.


FORÇA

Reação forte durante todo o dia de ontem quando descobriu-se as movimentações do governador para influir no relatório do decano Pedro Manoel Abreu. Carlos Moisés levou a esposa do desembargador para trabalhar no seu ambiente.


SUBLIMINAR

Moisés se tornou um politiqueiro barato. Nivela-se às estratégias do ex-presidente da Câmara dos Deputados que utilizava-se dos mecanismos sujos para tirar dividendos políticos. Destas, atingir a honra do decano Pedro Manoel Abreu.


ELE

Pedro Manoel Abreu é um desembargador de nível inatingível de valores que, pelo histórico e responsabilidade, não iria manchar suas pegadas de retidão e, agora, seguir na contramão do seu limpo julgamento. Moisés querer sujar sua toga na hipnose do atrativo fácil.


DINHEIRO

Com os dois pés na fossa, Carlos Moisés incorpora-se à moda Silvio Santos de fazer aviõezinhos de notas atrativas e, por isso, imagina-se hipnotizar desembargadores neste pôquer de porão. O egrégio é outro naipe.


DESRESPEITO

Mariza Costa enfrenta novamente Antonio Zilli em Urubici. Não diferente de 2016, a candidata do Progressistas tem sido ultrajada pelo prefeito. Mulher corajosa, não tem medo da máquina do tucano que ri antes da vitória.


ARRISCADO

Em Ponte Serrada, a candidata Fernanda Paglia, ligada a Jorginho Mello, enfrenta Alceu Wrubel, o Tibe do MDB, em uma união total de todos os ex-prefeitos. A queda de braço pesa sobre o prefeito porque o município nunca teve uma mulher na disputa.


ELA

Em Itapema, a eleição também vai se dar na curva entre eles contra Nilza Simas, do PSD. O PT vai com Matiolo, PL com o Cel. Feres e o Podemos sai com André de Oliveira. Arrojada e acelerada, sabe que em 2020 o cenário é, em tese, para elas.


MOTIVAÇÃO

Entendendo ser 2020 o ano do mergulho da mulher na vida pública, Tânia Eberhardt, do Cidadania, assim como Carmen Zanotto, presidente do partido, também em Lages, aposta nisso. Ela enfrenta Fernando Krelling, Darci de Matos, Ivandro de Souza e Adriano da Catarinense, sem medo.


REAÇÃO

Cláudio Vignatti não dá qualquer atenção à estúpida pesquisa do Mapa que soltaram cheio de dúvidas em Chapecó, Florianópolis e Joinville. O ND negou-se a dar luz em suas páginas. A falta de fé espanta os inteligentes.


LÓGICA

O MDB é um grande partido e com uma militância além do exército imaginário, mas não é tudo isso em Chapecó. O candidato ulyssista é um bom nome, tem altura e valor moral, se for inteligente, não acreditaria nos números.


INTELIGENTE

Cleiton Fossá é um nome novo na majoritária e desapegado ao Poder. Pode se beneficiar disso pela simpatia que demonstra. Mas não é tolo para acreditar nos números revelados. A campanha eleitoral é mais que isso.


AGRESSÃO

Atitude perigosa, com repercussão estadual, foi vivida pelo candidato do PT em Xaxim. Cercado, acuado e sob iminente perigo, Ademir Sachet foi ao hospital, assustando a todos. O presidente da sigla, Valnei Brunetto, pede proteção policial.


POIS

Os candidatos a prefeito de São José estão apavorados com o assédio que Luizinho, dono de uma emissora no município, que possivelmente estaria se utilizando de velhos mecanismos condenatórios típicos de atenção do TRE, que não se mexe.


FORA

Atacando evangélicos, chamando rua de bairro, pessoas que já se foram como seus aliados, Luizinho joga a eleição como brincadeira. Como virou chacota política, utiliza-se de possíveis facilidades que entende para forçar a chegada. O PSDB já foi melhor em São José.


SANGUE

Assessoria da deputada federal Geovania de Sá vive dias de fervura política. A presidente do PSDB correu todos os municípios onde os tucanos disputam eleição. A parlamentar não deixou ninguém para trás e assumiu de vez sua missão.


CAPRICHO

Mulher, presidente do PSDB, ter atividade parlamentar para cumprir e ser reconhecida pelos demais presidentes de siglas, ganhar protagonismo na pandemia e se jogar na estrada cumprindo roteiro, gerou outra Geovania de Sá. A jornalista Haudrey Mafiolete suou forte para dar luz às movimentações da deputada.


RECUPERAÇÃO

Ex-ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, passou todo o feriado sob os cuidados médicos de uma apendicite que requereu cuidados. O atual secretário desta pasta em São Paulo está bem, segue o tratamento e deve ter alta nesta terça-feira.



Sicoob 2018 - Home
Vederti Chapecó
Publicações Legais
Rech

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro