Close Menu

Busque por Palavra Chave

Piracanjuba - Mobile

Deputados estaduais destacam êxito eleitoral das mulheres e alto índice de abstenção

Por: LÊ NOTÍCIAS
18/11/2020 11:12
Bruno Collaço/Agência AL Deputado Mauro de Nadal comandou a sessão ordinária virtual Deputado Mauro de Nadal comandou a sessão ordinária virtual

Representantes do PSD, MDB, PL, PP e PT destacaram o êxito eleitoral das mulheres e o alto índice de abstenção na eleição municipal durante a sessão ordinária virtual de terça-feira (17) da Assembleia Legislativa.

“Importante a participação das mulheres, uma participação efetiva, não só como candidatas, mas com número expressivo de eleitas nas câmaras de vereadores e prefeitas. Na capital, cinco vereadoras eleitas de diversos partidos, o importante é que as mulheres começam a conquistar espaços maiores”, afirmou Marlene Fengler (PSD).

A deputada observou uma mudança de paradigma na eleição de domingo.

“Vamos ter muito mais mulheres participando, na Assembleia e em outros espaços”, previu.

Ada de Luca (MDB), ainda com as marcas de uma cirurgia, concordou com Marlene.

“Estou com a boca cheia de pontos, mas faço das tuas palavras, as minhas. O MDB tinha 20 candidatas e 11 se elegeram prefeitas”, informou Ada

Kennedy Nunes (PSD), Carlos Humberto (PL), Marcius Machado (PL), Milton Hobus (PSD) e Fabiano da Luz (PT) parabenizaram os candidatos e ressaltaram o índice de abstenção.

“Parabéns a todos que participaram, nunca teve tantos candidatos a vereador e a prefeito, foi a primeira eleição sem coligações nas proporcionais. Mas a abstenção muito grande, em Joinville, de 404 mil eleitores, 107 mil não foram votar; somados os nulos e brancos, ultrapassou 33%”, argumentou Kennedy.

“As eleições transcorreram tranquilas, mas foram muitas abstenções e me chama a atenção os votos brancos e nulos, que tiveram significativo aumento. Aqui em Balneário Camboriú tivemos êxito nas eleições, uns poucos ganham, muitos perdem”, filosofou Humberto.

“O dia da expressão máxima da liberdade de escolher os representantes, um homem, um voto, mas quando vai conversar, uma parte se vende, quer alguma coisa em troca. E as pessoas que se vendem, vão votar, elas têm compromisso, na cabeça delas, estão certas! E as pessoas que podem votar, se omitem. Mais de 34 mil eleitores não foram às urnas (em Lages), viraram as costas para a democracia. Já a pessoa que se vendeu, decidiu pela pessoa que foi para a praia, para o sítio”, criticou.

“A eleição municipal é onde a vida acontece. Houve falta de interesse do eleitor, a gente se preocupa com isso. Nessa eleição o povo não foi votar, muita gente com preocupação com a pandemia, as pessoas de mais idade, mas é uma grande preocupação”, admitiu Hobus.

“Quero parabenizar os eleitos, desejar boa sorte, sucesso. As eleições terminaram às cinco da tarde e percebemos o quanto estava respeitosa, foram poucos os lugares que ficamos sabendo de briga, inclusive nas redes sociais se manteve a ética e o respeito. Agora é unir forças e trabalhar pelo bem de cada município”, pontuou Fabiano.

Altair Silva (PP) também avaliou como alta a abstenção, mas chamou a atenção para o caráter democrático do pleito.

“Uma eleição caracterizada pelo baixo índice de votação, mas com participação plena e democrática”.

História de candidato
Kennedy Nunes elogiou a perseverança daqueles que foram derrotados nas urnas e surpreendeu os colegas ao contar como foi sua primeira experiência eleitoral.

“Em 1988, com 18 anos, queria ser candidato a vereador. Na época, os vereadores assumiam em março, a partir dos 19 anos. Eu completaria 19 em 16 de janeiro de 1989. Aconteceu que o Luiz Henrique da Silveira levou o Ulisses Guimarães para Joinville e fui recepcioná-lo no aeroporto, com terno branco de linho, gravata vermelha, parecia um termômetro”, rememorou o deputado.

Kennedy conseguiu atrair a atenção do líder inconteste da reconstrução democrática e LHS acomodou o aspirante a candidato no banco de trás do carro oficial, ao lado do doutor Ulysses, que ouviu a história do jovem político.

“No trajeto expliquei ‘tenho 18 anos, quero ser candidato, mas quando for assumir já vou ter 19 anos’. Quem entrou no TSE para conseguir o registro foi Ulysses Guimarães, ele dava oportunidade aos novos”, justificou, acrescentando que não se elegeu com os 186 votos que recebeu.

Volta às aulas
Kennedy pediu que o governo do estado recorra da decisão do Tribunal de Justiça que suspendeu liminarmente o retorno às aulas no território barriga verde.

“Decisão tem de se cumprir, mas tenho o direito de discutir: escuta aqui, é muito tranquilo para um funcionário que está com salário em dia, trabalhando em home office, dar uma decisão onde coloca proprietários de escolas e pais que não têm onde colocar os filhos sem alternativa”, afirmou Kennedy.

“O governo tem de recorrer, no mundo todo as aulas são essenciais”, registrou Carlos Humberto.

Reuniões com a governadora
Carlos Humberto relatou reunião com a Chefe do Poder Executivo, oportunidade em que foram tratados assuntos relativos ao litoral Norte.

“Tratamos do efetivo da PM, da operação veraneio, do centro de eventos e do alargamento da faixa de areia. Receberemos 175 policiais militares, que ficarão até o mês de março, que é quando dura a operação veraneio”, informou Humberto.

Além disso, o deputado contou que há muitos interessados na gestão do centro de eventos de Balneário Camboriú e que no dia 24 serão abertas as propostas.

Já Altair Silva descreveu a passagem da governadora Daniela Reinehr por Chapecó e os compromissos assumidos pelo Executivo barriga verde com a capital do Oeste.

“Uma agenda produtiva, a reunião foi coordenada pela Associação Comercial e foi discutido o contorno viário Oeste, o contorno Leste, a privatização do aeroporto e o abastecimento de água”, revelou.

Segundo Altair, ficou acertado que a presidência da Casan irá até Chapecó para encaminhar uma solução para o abastecimento de água, atualmente comprometido.

“Queremos que a Casan resolva o problema, caso contrário a próxima administração terá de tomar providências, não dá para esperar mais. Por isso, a reunião com a Casan será muito importante para o futuro da cidade”.

Morte de adolescente na Costeira
Jessé Lopes (PSL) repercutiu operação policial que resultou na morte de um adolescente de 12 anos na comunidade da Costeira, localizada defronte à baía Sul, na Ilha de Santa Catarina.

“Bloquearam a rodovia em protesto pela morte de um adolescente de 12 anos. Nitidamente têm o direito de se manifestar, dizendo que são resistentes e perguntando quantas mães têm de chorar para a guerra acabar. Parece que a polícia assassinou”, discursou Jessé.

De acordo com o representante do PSL, a polícia foi acionada por populares que avistaram duas pessoas amarradas em um poste.

“A polícia entrou no morro, a pessoa já estava machucada, amarrada há mais de três horas. A segunda vítima é o namorado do rapaz. Daí apareceu o grupo de traficantes e começaram a atirar, a polícia revidou. Depois da debandada, a PM fez uma varredura e encontrou um estudante na madrugada com um grupo de traficantes morto no chão”, ironizou.

Conselho de Pastores de Criciúma
Felipe Estevão (PSL) parabenizou o Conselho de Pastores de Criciúma pela ação social desenvolvida no município carvoeiro.

“É um trabalho impactante, vão em áreas que qualquer agente público não consegue ir”.

Imigrantes em situação precária
Fabiano da Luz alertou os colegas, as autoridades estaduais e municipais para a situação em que se encontram os imigrantes.

“Muitos estão em situação precária, passando fome, dividindo o mesmo colchão. Queremos chamar os representantes das igrejas, das secretarias sociais e fazer um levantamento da realidade do imigrante no território, inclusive para coletar informações sobre a profissão, tem médico trabalhando de servente, engenheiro trabalhando de gari”.

Vacas leiteiras no abatedouro
Fabiano lamentou o embarque para o abate de vacas leiteiras ainda lactantes, avaliadas em milhares de reais.

“Vi a imagem de caminhões carregando vacas de leite que valem R$ 4 mil, R$ 5 mil, mas que foram vendidas para abatedouros por não ter pasto e o preço da ração estar muito alto. É triste, mas é uma realidade. Não há caminhões-pipas disponíveis no mercado para atender a demanda, muita casa ficou sem água”, revelou.


Outras Notícias
Publicações Legais Mobile
Vederti Mobile
Sicoob Mobile
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro