Close Menu

Busque por Palavra Chave

CULTURA POPULAR

Cia ContaCausos apresenta contos no Museu do Milho

"Visagem" transita entre relatos verídicos de aparições e imaginário social
Por: LÊ NOTÍCIAS
17/05/2017 14:43 - Atualizado em 17/05/2017 14:44
“Visagem” é resultado da pesquisa e trabalho que iniciou em 2008  (Foto: Cia ContaCausos) “Visagem” é resultado da pesquisa e trabalho que iniciou em 2008 (Foto: Cia ContaCausos)

Xanxerê – Lembra-se daqueles contos macabros que os avós contavam sobre criaturas esquisitas ou as lendas sobrenaturais? Bem, se você não lembra, essa será a sua chance. Nesta quarta-feira (17), às 19h, a Cia ContaCausos apresentará o espetáculo “Visagem”, no Museu Municipal do Milho, em Xanxerê. Mas essa não será uma sessão comum, coisas estranhas poderão acontecer.

A abordagem desse espetáculo tem a intenção de aproximar os causos, relatos e crenças das pessoas, justamente por ser mais intimista. As histórias de “Visagem” resultam de pesquisas e entrevistas que Josiane Geroldi, idealizadora da ContaCausos, realizou com moradores do interior de cidades do Oeste catarinense. A valorização da cultura popular está muito presente no espetáculo, já que contadora de histórias buscou sua matéria-prima, sobretudo, na oralidade cabocla.

Essa não é a primeira vez que a ContaCausos se apresenta em espaços públicos, como museus. Dentre as experiências, já foram palcos o sótão do Museu do Vinho Mário de Pelegrin, em Videira, a Casa da Memória de Piratuba, o Centro Cultural Vidal Ramos, em Lages, e o Museu de História e Arte de Chapecó. “Outras ações semelhantes foram acontecendo e, então, percebemos que havia um casamento interessante entre os espaços e as temáticas dos espetáculos”, conta Josiane.

A grande motivação desse formato de espetáculo está na intenção da ContaCausos em apresentar contações pautadas na pesquisa do patrimônio imaterial e levá-la aos espaços de memória. Desse modo, é possível fomentar "novos ambientes para apresentações das produções teatrais e artísticas com temáticas que transitam entre memória e imaginário regional”, lembra a contadora de histórias, que acredita nas experiências significativas e inusitadas como instrumento de encontro com a arte na cidade. O evento é uma parceria da ContaCausos com o Sesc de Xanxerê.

ACREDITA EM MALDIÇÃO?

Dizem por aí que quem for convidado a uma sessão de terror e não aparecer, vai ser assombrado pela alma de um velho caboclo. Então não facilite e chegue uma hora antes, para garantir o ingresso. O Museu Municipal do Milho fica no Parque de Exposições Rovilho Bortoluzzi (FEMI). A entrada é gratuita e o espetáculo possui classificação indicativa de 14 anos.


Outras Notícias
Covidômetro - Florianópolis
IPTU São José - 2021
Governo do Estado - Juntos somos mais fortes
Prefeitura de Palhoça - IPTU
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro