Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma
Peste Suína Setembro
Beira-Mar Casan

Programa Praia Acessível é sucesso nas praias de Palhoça

Prefeitura de Palhoça Projeto que proporciona banho de mar a pessoas com dificuldade de locomoção já atendeu 30 cadeirantes nesta temporada Projeto que proporciona banho de mar a pessoas com dificuldade de locomoção já atendeu 30 cadeirantes nesta temporada

Com todos os cuidados relativos ao Covid-19, o programa “Praia Acessível” tem sido muito procurado neste início de temporada nas praias palhocenses. O projeto, pioneiro na Grande Florianópolis, foi iniciado em 2016, em uma parceria entre a Prefeitura de Palhoça (por intermédio da Secretaria de Turismo e da Fundação Municipal de Esporte e Cultura) e o Corpo de Bombeiros, com o apoio de empresas locais.

Desde então, tem proporcionado momentos de lazer e experiências extraordinárias a pessoas com dificuldade de locomoção, que podem tomar banho de mar com a ajuda de uma cadeira anfíbia e com a preciosa assistência dos bombeiros.

O serviço é oferecido gratuitamente na Praia do Sonho e na Pinheira (Praia de Cima). “Todos os cuidados estão sendo tomados em relação à pandemia, para que possamos continuar ofertando este serviço magnífico à sociedade. O sorriso de um cadeirante ao experimentar a sensação de um banho de mar não tem preço, e poder proporcionar essa experiência nos traz um sentimento de carinho e realização, além da certeza de que estamos no caminho certo como gestores públicos, humanizando nosso trabalho, focando no bem-estar das pessoas e na inclusão social”, reflete o prefeito de Palhoça, Eduardo Freccia.

“Tomamos todos os cuidados necessários, pois essas pessoas precisam de atenção”, acrescenta o segundo-sargento Cláudio Luiz Andrade, da 2ª Companhia do 10º Batalhão de Bombeiros Militar, responsável pelas atividades do projeto no município.

O segundo-sargento Andrade informa que o Corpo de Bombeiros de Palhoça recebeu, na semana de 10 a 15 de janeiro, dois oficiais militares do estado da Paraíba, que vieram justamente colher informações sobre o projeto Praia Acessível. “Fizemos vários testes de melhorias e hoje somos uma referência, pois criamos técnicas para os cadeirantes saírem da cadeira para aproveitar o mar com toda a segurança”, destaca o bombeiro. “Nossa cidade é vista pelo país inteiro e países vizinhos como um grande exemplo na área de projetos sociais. Esta visita teve como foco também o Projeto Golfinho, no qual, em 2020, conseguimos formar 806 crianças. Isso graças às parcerias de empresas da região, que fazem a diferença”, finaliza.

O programa Praia Acessível conta, atualmente, com cinco cadeiras anfíbias – três delas foram adquiridas pela Prefeitura; as outras foram doadas por empresários.

O serviço é oferecido todos os dias, na Praia do Sonho e na Pinheira (Praia de Cima). Não é preciso agendar horário. Os banhos de mar serão acompanhados pelos guarda-vidas que atuam nessas praias.
Mais de 700 pessoas com algum tipo de deficiência locomotiva foram atendidas nesses cinco anos de projeto; nesta temporada, já foram 30 atendimentos.


Outras Notícias
Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Blumenau pronta para crescer
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro