Close Menu

Busque por Palavra Chave

Bis; A Alesc merece respeito; O Poder sobre outro; A Constituição afrontada; Injustiça é justiça

Por: Marcos Schettini
22/01/2021 12:19
Divulgação

Faça Jus

Está certa a magnífica frase dita por Martin Luther King quando lembra que uma injustiça num lugar qualquer, é uma ameaça à Justiça em todo o lugar. O Poder Judiciário é o sonho de cidadania. A Lei é distante dos anseios dos seus protegidos e, por isso, toda a injustiça cometida, em outras palavras, aprofunda as diferenças e os sonhos. O mundo é o único lugar onde o homem pode morar e mesmo assim odeia esta casa. Não é feliz com o que tem e sua nefasta porção semeia morte por onde passa. A Justiça deve reger sua força sobre a vida para que todos tenham em abundância. JC disse isso, mas nem todos compreenderam. Fazer a Lei gritar para alguns, não traz justiça. Até porque, a Paz é o fruto precioso da Justiça. Quando ela é política, a Paz apodrece no galho.


BIS

A juíza deixou de ser uma magistrada isenta para se tornar uma Blade Runner contumaz. Ao pedir a segunda prisão sobre outra, ganha o troféu Não Sei. Prisão em primeira instância duas vezes, nem o odiado Moro pelos bolsonaristas, fez igual.


ÓTIMO

A Alesc seguiu o rito que marca sua força Constitucional e, conhecendo o teor, devolveu o mandato ao deputado porque não entraram no mérito desenhado pela magistrada. Se um Poder pode estar sobre outros, então só existe um. Abaixo da imprensa inclusive.


PODER

É como a sorte. Ela ri e, depois, trai. Não existe fidelidade no jogo político e, por isso, nutre-se de acordos. Se a Justiça Federal seguir o que manda a Lei, fecha para balanço. Uma é a Constituição, outra é a interpretação. Aos amigos, os favores.


OUTRA

Aos inimigos, os rigores. A Lei no campo político é de sobrevivência. Perseguir a pedido, faz parte do jogo. Como lembra Baltasar Gracian, todo terno tem um cabide no armário. O vetor tem direção e interessados. Como se sabe, os Poderes são harmônicos.


AUTORIDADE

Até o Ressuscitado lembrou a Pilatos que não teria poder nenhum sobre ele se não fosse lhe dado do Alto. Uma resposta do Unigênito ao governador romano que havia lhe dito que teria poder de libertá-lo ou crucificar. Aquele Sinédrio ou de hoje, assemelham-se.


JUSTIÇA

O Veredito não mora nas ruas das cidades. Tem gabinete, almoço, chá, bolacha, ar condicionado, secretários e proteção. Tudo o que o cidadão não tem. Seu salário, pouco mais de mil reais, furta sua felicidade mês a mês. A Constituição vê, mas a magistratura não interpreta.


LEX

Até para falar, tem uma fonética prazerosa. Mas para por aí. Ela transita entre os nobres. O que a Constituição diz, é negada ao cidadão que, batendo à porta, machuca a carne nesta insistência. A sua força é forca para quem precisa. Aí, quando quer mostrar o Poder, faz lambança.


LAMBANÇA

A mãe que tira o doce do filho para colocá-lo de castigo sobre algo errado, pode fazê-lo várias vezes ao dia. Mas quando se trata de Poderes Constituídos, assinar duas vezes a mesma pena, é perseguição. Um curso de Direito com professores desqualificados, gera o observado.


POLÍTICA

Dentro de todas as esferas de Poder, mora um inquilino silencioso que tutela os abaixo. Faz parte da evolução humana. Em tudo, desde o abandono das cavernas, a política direcionou a história. Portanto, o cenário visto esta semana, mostra-se. Bala trocada, não dói.


BRUCUTU

A tese dita que contra a força não há resistência, foi mostrada na batalha de Waterloo. Os aliados venceram a tirania de Napoleão, não o de Blumenau, colocando-o no exílio. A máquina de triturar, quando quer, mói. O Brasil vive isso desde 2013 quando aquele levante popular descarrilou.


DESCARRILAR

O STF viveu um torniquete no pescoço até o fim de 2019 quando seguiu a Constituição sobre a prisão em segunda instância. Pela força ecoada do lado de fora até outubro de 2018, amordaçou os membros do egrégio com a toga manchada de covardia.



Covidômetro - Florianópolis
IPTU São José - 2021
Governo do Estado - Juntos somos mais fortes
Prefeitura de Palhoça - IPTU
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro