Close Menu

Busque por Palavra Chave

Transparência Criciúma

Não existe paz onde existe injustiça

Por: LÊ NOTÍCIAS
24/05/2017 09:34

Não existe paz onde a injustiça é reinante. O mundo vivendo em plenas guerras de ideologias e de armas, para controle de pessoas e riquezas, vai se destruindo aos poucos e, talvez, sem outras alternativas, os homens de bem e simples tenham, pela sua iniciativa, assumir a guerra para que se possa ter paz.

O mundo é um lugar frio, de dor e ranger de dentes e, quanto mais acumulação, mais miséria e sofrimento. Onde existem sofrimento e fome, não se pode encontrar paz. Ela, definitivamente, só pode ser construída em uma sociedade onde as pessoas possam ter seus sonhos realizáveis, a dignidade possa ser sentida e a cidadania tenha, em sua plenitude, a percepção em todos.

Apelo a todos os homens de boa vontade e também ao Céu que, sabe-se tem em seu Controle Total, o Criador que vê e escuta tudo. As pessoas suplicando pela paz tendo em vista os conflitos atômicos de ontem e as armas químicas de hoje. A Igreja é um lugar onde se deveria receber a instrução do que é novo, verdadeiro e necessário à existência física e espiritual, mas ao contrário, não é nela que se pode escutar a verdade escondida atrás do dinheiro.

As sementes de paz plantadas só podem trazer bons frutos diante da Justiça demonstrada. Porém, embora tenham caído muros e barreiras em várias partes, o homem continua preso, sem a liberdade que sua existência necessita. O mundo continua a ter necessidade de paz e o apelo permanece fortemente porque, ecoando dor e sofrimento em todas as direções, o ser humano não está preocupado com o outro.

Refletindo sobre o fundamento da paz, é tarefa de todos os homens construí-la, seguindo o exemplo de Jesus que agora, no Natal é lembrado e, depois dele, esquecido. As palavras justiça e solidariedade somente estão nos dicionários ou o homem realmente trabalha para torná-las real em favor de uma convivência em que todos tenham a felicidade plena?

Não se pode ter verdadeira paz e harmonia, se não trabalha-se por uma sociedade justa e solidária, se não supera-se os egoísmos, individualismos, interesses de grupos em todos os níveis. Não somente os direitos civis e políticos devem ser garantidos, mas a certeza de cada um ter o direito e poder ter sua subsistência, formando e sustentando uma família com dignidade.

A linha que vai da paz e passa pela Justiça, não é longa, mas é pessoal, em cada ser tomar consciência de que tudo o que se vê é mentira e enganos e que, atrás de uma sociedade enganosa, que se mostra alta e respeitosa, está a injusta e agressiva quanto à liberdade. É preciso a todos viver com dignidade e cidadania. Se não for nesta acolhida disponível, não haverá paz, apenas enganos como o que se vê em agraços e falsas mensagens de amor e fraternidade.


Transparência Criciúma 2
Anúncio Radial 2
Palhoça Parques
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro