Close Menu

Busque por Palavra Chave

Cifra Econômica | Mercado de trabalho, expansão da economia e reformas

Por: Daniel Ribeiro
24/05/2017 09:44 - Atualizado em 31/07/2020 11:43
Melhora no mercado de trabalho

O país criou quase 60 mil empregos formais em abril, mas isso ainda não garante a recuperação total do mercado de trabalho. No entanto, felizmente, começam a surgir dados positivos. A melhora deve ser sentida apenas no segundo semestre, ainda assim de maneira lenta, essa a é posição informada pela jornalista Miriam Leitão.

No ano, dois meses registraram saldo positivo na criação de vagas com carteira assinada. No saldo total, foram fechados 933 postos, o que significa estabilidade, embora o dado ainda seja negativo. Em 12 meses, o país perdeu 969 mil empregos formais. A piora do emprego, portanto, perdeu velocidade mais recentemente.

Expansão da economia

O Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica registrou crescimento de 0,9% no primeiro trimestre do ano. O índice, divulgado na terça-feira (16), indica a retomada da economia do país, que não registrava resultado de crescimento desde 2015.

“A atividade econômica terminou o primeiro trimestre com expansão de 0,9%, caracterizando, portanto, o fim da recessão econômica que se estendeu por dois anos, isto é, desde o início de 2015”, destacou a Serasa Experian em nota.

Dívida dos municípios com INSS

A edição de um Refis para que os municípios possam parcelar suas dívidas previdenciárias (aproveitando-se de um desconto em multas e juros) vai reduzir o débito dessas prefeituras em cerca de R$ 30 bilhões. O cálculo é do presidente da CNM (Confederação Nacional dos Municípios), Paulo Ziulkoski. Hoje, cerca de 4.000 municípios devem R$ 75 bilhões ao INSS. Agora, com os abatimentos, a previsão é de que essa dívida caia a R$ 45 bilhões.

Reforma trabalhista, previdência e tributária

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, prometeu na quarta-feira (17) o empenho do governo federal em uma Reforma Tributária que aumente a arrecadação das prefeituras.

Ele lembrou que 25% do Impostos sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) - arrecadado pelos governos estaduais - devem ser repassados aos municípios, mas disse que os incentivos fiscais dados pelos Estados às empresas, na chamada "Guerra Fiscal", acabam prejudicando os caixas das prefeituras.


Anúncio Radial 2
Campanha Infraestrutura - Mobile
Campanha Agricultura - Mobile
Campanha Segurança Pública - Mobile
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro