Close Menu

Busque por Palavra Chave

Entrevista | Precisamos pensar em uma Florianópolis igualitária para todos, diz Gean Loureiro

Por: Marcos Schettini
07/02/2021 09:41
Arquivo/Lê Notícias

Prefeito de Florianópolis reeleito no primeiro turno com 126 mil votos, Gean Loureiro (DEM) chega ao segundo mandato com grandes desafios públicos a serem enfrentados. Com a chegada da vacinação, Gean diz que a capital dos catarinenses está preparada para retomada da economia e que, com os melhores protocolos, serão colhidos ótimos resultados.

Em entrevista exclusiva concedida ao jornalista Marcos Schettini, Gean Loureiro diz que não governa para grupos, mas sim para cidade como um todo. “Igualitária para todos”, afirma.

Ainda, disse que o vice Topazio Silveira Neto tem papel fundamental na retomada econômica de Florianópolis e que está avançando em parcerias com o governador Carlos Moisés. Confira:


Marcos Schettini: Como o Sr. interpreta este seu segundo mandato com pandemia e vacina?

Gean Loureiro: Desafiador. Vamos precisar acelerar ao máximo a imunização da população para buscar a retomada total da economia, dos empregos e da normalidade na vida das pessoas. Estamos prontos porque planejamos, discutimos com a cidade os melhores protocolos e em breve vamos colher ótimos resultados.

Schettini: O servidor não engoliu bem as mudanças aprovadas na Câmara. O que tem de errado?

Gean: Eu sou um servidor da população de Florianópolis, do pagador de imposto. A prioridade de um prefeito tem que ser a oferta do melhor serviço público para as pessoas com gestão, economia e responsabilidade. Sempre tratamos com respeito, nunca atrasamos salários e trabalhamos muito para firmar uma relação justa e sem super privilégios. Não podemos governar para grupos ou segmentos, buscando uma falsa popularidade. Precisamos pensar na cidade como um todo, igualitária para todos.


Schettini: O Sr. se elegeu no 1° turno. O que isso tem a ver com a eleição de 2022?

Gean: O fato de ter sido já no primeiro turno demonstra aprovação da nossa gestão. A população sentiu que foi ouvida, gostou do que fizemos e quer mais. Não sei o que isso significa para 2022, porque estamos em 2021 ainda e estou focado no planejamento e execução de muitas entregas. O plano é trabalhar para avançar muito mais!


Schettini: Qual o papel do Topazio Neto neste processo?

Gean: Topazio é um empreendedor experiente e de sucesso que já está contribuindo muito com a cidade. Tem um papel fundamental na retomada econômica de Florianópolis. Já está com a mão na massa.

Schettini: Com a derrota do JPK em Blumenau e a fragilidade de Rodrigo Maia no Congresso, o que é o Democratas na sua vida pública?

Gean: O voto tem sido cada vez mais nas pessoas e não nos partidos. O eleitor quer um bom projeto para a sua cidade, estado e país. O DEM é um partido formado por grandes lideranças, conquistamos quatro capitais e centenas de prefeituras com propostas de gestões inovadoras. Avalio que esse é o caminho do partido.


Schettini: O Sr. tem conversado com quais partidos para desenhar 2022 na majoritária?

Gean: Neste momento tenho focado na gestão da cidade.


Schettini: O Sr. viveu a investida da Justiça Federal e até foi preso. Qual a relação disso com o reitor Cancellier e Julio Garcia?

Gean: Estamos presenciando cada vez mais julgamentos antecipados por meio de vazamentos e acusações que depois não se confirmam na Justiça. É preciso mais cuidado para não destruir reputações e destroçar famílias inocentes.


Schettini: O que o governador Carlos Moisés fala com o senhor?

Gean: Sobre trabalho, sobre a cidade. Precisamos do Governo do Estado. Florianópolis é a Capital e muitos órgãos estaduais estão sediados aqui e temos rodovias estaduais cruzando a cidade. Estamos avançando em parcerias.


Schettini: A sua base na Câmara não está meio confusa em relação aos interesses do Executivo?

Gean: Minha base está bem sólida. Aprovamos projetos importantes para a cidade mesmo com pressões de sindicato e segmentos. Estou satisfeito com o time.


Schettini: Em que pé está a sonhada Marina da Beira-Mar Norte?

Gean: Em breve eles apresentam o conceito do projeto, com a definição do que terá no espaço: restaurante, museu, entre outros equipamentos para a cidade. Se tudo der certo, esperamos iniciar a obra no segundo semestre de 2022. A cidade tem muito a ganhar com essa iniciativa!


Covidômetro - Florianópolis
IPTU São José - 2021
Governo do Estado - Juntos somos mais fortes
Prefeitura de Palhoça - IPTU
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro