Close Menu

Busque por Palavra Chave

Mais de 70% dos testes de Covid-19 deram positivo na manhã deste domingo em Chapecó

Por: LÊ NOTÍCIAS
14/02/2021 13:04
Prefeitura de Chapecó Diretor do HRO, Osmar Oliveira, prefeito João Rodrigues e diretor técnico da Saúde, João Lenz reunidos neste domingo (14) Diretor do HRO, Osmar Oliveira, prefeito João Rodrigues e diretor técnico da Saúde, João Lenz reunidos neste domingo (14)

A Administração Municipal de Chapecó realizou na manhã deste domingo (14) uma transmissão para alertar a população sobre a gravidade da situação dos hospitais e ambulatórios de Chapecó.

O diretor técnico da Secretaria da Saúde, João Lenz, disse que somente na manhã deste domingo, dos 53 testes realizados, 73% deram positivo para a Covid-19. Ele afirmou que, pelo nível de contaminação e por estar atingindo pessoas mais jovens há uma suspeita de variante da Covid-19, embora isso não tenha sido confirmado ainda.

O prefeito João Rodrigues fez um apelo para que a população tome os cuidados necessários pois neste momento não tem leito de UTI disponível no município.

“O nível de contágio é alarmante e estamos tendo que transferir diariamente pacientes dos hospitais para outros municípios. Algumas pessoas têm me criticado por fechar escolas, bares e igrejas, mas é uma medida necessária para frear o contágio”, disse o prefeito João Rodrigues.

Ele até colocou ao vivo o depoimento de um morador de Chapecó, falando que a neta e um sobrinho teriam sido contaminados na escola.

“Foram 11 pessoas infectadas nas duas famílias. Minha esposa está isolada no quarto e estou usando um plástico para poder tocar na mão dela. A população tem que tomar consciência”, disse o avô.

O diretor do Hospital Regional do Oeste, Osmar de Oliveira, disse que neste domingo têm 63 pacientes em leitos de UTI, na Ala Covid ou em outros setores.

“Destes 63, foram 50-internados nos últimos dez dias. E quem está na UTI acaba ocupando um leito no mínimo por 21 dias”, explicou.

A Unimed também divulgou uma nota pedindo que a população tome mais cuidado, pois também está lotada, com 16 leitos de UTI ocupados.

O prefeito João Rodrigues disse que o município tomou medidas de restrições, com fechamento de boates, pubs, tabacarias, suspensão das aulas e proibição de aglomeração e consumo de bebidas nas vias públicas, uma nova lei com penas mais pesadas, mas que as pessoas precisam colaborar.

“Quem não quer tomar os cuidados pelo decreto, que faça isso pelos seus familiares, pelo seu avô que pode se contaminar, por alguém que pode precisar de um leito de UTI e mesmo que tenha R$ 1 milhão não vai conseguir aqui na região”, disse Rodrigues.

Ele afirmou que até está buscando contato com o presidente Jair Bolsonaro, que está em Santa Catarina, para que o Ministério da Saúde ajude a abrir mais 28 leitos de UTI no prédio novo do Hospital Regional do Oeste.

O prefeito elogiou o secretário da Saúde de Santa Catarina, André Motta Ribeiro, que somente neste mês mandou 15 respiradores para Chapecó, além de aeronave para transporte de pacientes para hospitais de outras regiões.

Agradeceu o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, que construiu um hospital de apoio, com 50 vagas e enfermaria e 40 de UTI, e disponibilizou vagas para pacientes de Chapecó.

Outra medida anunciada pelo prefeito é a contratação de mais médicos, para atuar no atendimento nos Ambulatórios de Campanha da Efapi e Ivo Silveira. Dois profissionais já estão atuando e já somam 55, incluindo a UPA 24. Além disso são 150 enfermeiros e auxiliares somente nos três locais que atendem pacientes Covid.

Nesta segunda-feira será feita uma reunião com proprietários da escolas privadas, às 10h, no auditório da Prefeitura. E o as aulas municipais, que começariam no dia 18, podem ser adiadas para primeiro de março.


Outras Notícias
Covidômetro - Florianópolis
IPTU São José - 2021
Prefeitura de Palhoça - IPTU
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro