Close Menu

Busque por Palavra Chave

Transparência Criciúma

Deputado Saretta solicita pagamento dos recursos da política hospitalar e mais vacinas

Agência AL Saretta afirma que muitos hospitais catarinenses estão enfrentando falta de repasse dos pagamentos, o que agrava a crise causada pela pandemia Saretta afirma que muitos hospitais catarinenses estão enfrentando falta de repasse dos pagamentos, o que agrava a crise causada pela pandemia

O deputado Neodi Saretta fez um apelo ao Governo do Estado, nesta quarta-feira (02), durante pronunciamento na Assembleia Legislativa, para que seja feito o pagamento urgente aos hospitais, dos recursos referentes à Política Hospitalar de janeiro e fevereiro, que ainda não foram repassados. Saretta disse que o relato da falta de pagamento foi feito pelo diretor do hospital São Francisco, de Concórdia, mas acredita que há outros na mesma situação.

“Só em Concórdia há mais de cem pacientes internados e cerca de 20 pessoas aguardando por leitos. É importante, já que tem dinheiro em caixa, que esses recursos sejam pagos, pois os hospitais precisam, inclusive, repor os estoques de insumos, do kit intubação e oxigênio”.

Outro ponto citado pelo deputado, no qual ele relata a gravidade do momento, foi a nota técnica divulgada pelo Hospital São Paulo, de Xanxerê, onde a instituição faz um relato bastante contundente sobre a pandemia. Saretta, que leu a nota, disse que a instituição expõe a situação de colapso total e que a mesma está sem espaço para atender novos pacientes em nenhum setor, inclusive corredor.

"Estamos vivendo o pior momento desde o início da pandemia de Covid-19. Não iremos viver uma catástrofe, já estamos nela. É o caos. É o limite. Do jeito que está, as equipes estão fazendo o que é possível, dentro do alcance e do que está disponível. Alcançamos o máximo das nossas possibilidades. Vamos começar a perder vidas de muitos pacientes. A comunidade precisa estar preparada. E não vai ser por falha de atendimento, vai ser por falta de acesso ao serviço de saúde que está lotado", diz o texto.

O deputado, que também é presidente da Comissão de Saúde da Ales c, falou ainda que Santa Catarina passa por um momento gravíssimo em relação à pandemia e é imprescindível a habilitação demais leitos de UTI. No entanto, conforme explanou Saretta, a habilitação depende do Ministério da Saúde, e lamentou a morte de pessoas a espera de leitos.

“Há pessoas morrendo por falta de leitos, pacientes sendo transferidos para outros estados, por isso é imprescindível termos medidas urgentes e efetivas que possam frear esse grande número de casos de Covid”.

NOVOS ACORDOS DE VACINA

Sobre a vacina, Saretta disse que é extremamente importante imunizar a população, e cobrou que o Ministério da Saúde firme acordos com outras farmacêuticas. Ele citou como exemplo a União Européia que tem acordos com diversas farmacêuticas, mas que no Brasil, tem apenas com a Coronavac e Oxford AstraZeneca.

“É preciso que o Governo Federal busque as farmacêuticas e amplie os acordos para que possamos ter mais vacinas”. E citou como exemplo o imunizante da Johnson e Johnson onde é necessária apenas uma dose, mas lamentou que o Brasil não tenha feito nenhum pré acordo. “As vacinas estão sendo disponibilizadas em outros países, mas não temos nenhum acordo com a Johnson e Johnson. Mesmo que a vacina não venha imediatamente é preciso que esses acordos sejam firmados e assim teremos, daqui um mês ou pouco mais, mais um imunizante disponível”.


Outras Notícias
Transparência Criciúma 2
Anúncio Radial 2
Palhoça Parques
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro