Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma

COVID-19

Chorei junto com os familiares quando o paciente morreu, relata médico no Hospital Frei Bruno

Hospital Frei Bruno, em Xaxim, registra seis óbitos em um único dia
Por: LÊ NOTÍCIAS
05/03/2021 16:12 - Atualizado em 05/03/2021 16:54
Patrícia Vazin Jornalista Patrícia Vanzin relatou cenário hospitalar com pacientes e profissionais cansados e abalados psicologicamente Jornalista Patrícia Vanzin relatou cenário hospitalar com pacientes e profissionais cansados e abalados psicologicamente

“Espero que hoje não seja levado nenhum”, ouviu a jornalista Patrícia Vanzin no começo da manhã desta sexta-feira (05), em um dos corredores do Hospital Frei Bruno, em Xaxim. Ela, que está assessorando na comunicação do HFB, relatou que quando ouviu a voz feminina fazendo a afirmação para alguns colegas, procurou descobrir de quem era aquele desejo. Entre a máscara que cobria parte do rosto e a touca que escondia os cabelos, viu os olhos de uma enfermeira lacrimejando. Na hora, ela conta, parou de fotografar para ouvir um médico dizer: “Ontem chorei junto com os familiares quando o paciente morreu.”

Foram seis óbitos em 24 horas. Conforme o último boletim do hospital, com dados do Covid-19, os pacientes tinham idades de 83, 63, 71, 50. 43 e 71 anos. Quatro deles estavam entubados, esperando por um leito de UTI em hospitais da região. Todos possuíam outras comorbidades.

Ainda conforme o boletim, o hospital segue com 100% na taxa de ocupação. Estão internados 32 pacientes com o Covid 19 – 26 pessoas em leitos do SUS e as demais através de internação particular e convênio. Nesta manhã, duas pessoas estavam no pronto socorro do hospital, aguardando por um leito para internação.

Diariamente o diretor-técnico do Hospital Frei Bruno, Dr. Luis Felipe Diniz Fagundes, tem gravado um boletim com os dados para a imprensa. No áudio de hoje, é possível sentir a tristeza na voz do médico, ao falar sobre os óbitos de ontem. Ele também reforçou: “Não devemos afrouxar o isolamento social. Infelizmente se alguém pegar essa doença e precisar de UTI, nós não temos leitos. Todo o sistema de saúde está colapsado. Não adianta ter dinheiro, ter patrimônio. Não é questão financeira, é que não tem leitos mesmo. Vamos continuar nos protegendo, evitando aglomerações, mantendo a higienização e fé em Deus, que tudo vai melhorar”, finalizou o médico.


Outras Notícias
Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro