Close Menu

Busque por Palavra Chave

Polícia Civil indicia cinco pessoas por triplo homicídio em Quilombo

Polícia Civil Crime ocorreu na madrugada do dia 30 de janeiro, no Acesso Sul de Quilombo Crime ocorreu na madrugada do dia 30 de janeiro, no Acesso Sul de Quilombo

Na última quarta-feira (10), a Polícia Civil de Santa Catarina, através da Divisão de Investigação Criminal de Fronteira (DIC/Fron) de São Lourenço do Oeste, finalizou, 39 dias após a ocorrência dos fatos, as investigações sobre o triplo homicídio ocorrido em Quilombo e indiciou cinco pessoas pelos crimes de homicídio qualificado pelo motivo fútil, mediante emboscada e recurso que dificultou a defesa dos ofendidos, e por integrarem organização criminosa, com aumento de pena pelo emprego de arma de fogo.

O episódio fatídico que vitimou de morte três jovens (dois de 19 e um de 16 anos de idade) foi motivado por desavenças entre integrantes de duas facções rivais, uma originária de São Paulo e outra de Santa Catarina.

ENTENDA O CRIME

Por volta da 00h30 do dia 30 de janeiro, numa propriedade privada localizada no Acesso Sul, linha Pinhal, de Quilombo, três homens, sendo dois de 19 e um de 16 anos de idade, foram vítimas de morte, e uma mulher, de 25 anos de idade, teve lesões corporais.

Todos se encontravam no local, quando dois homens encapuzados chegaram gritando para que os eles deitassem, ato contínuo ao qual passaram a efetuar disparos de arma de fogo. Um dos jovens alvejados (de 19 anos) foi a óbito ali mesmo, enquanto que as outras vítimas chegaram a ser socorridas e levadas para atendimento no Hospital São Bernardo, do município, onde, logo depois, mais duas vieram a falecer.

Dois dos mortos eram de Coronel Freitas, enquanto que o outro e a mulher lesionada corporalmente, de Quilombo.

TRABALHO POLICIAL

Imediatamente após acionada, a Polícia Civil deu início às diligências investigativas na busca de informações e coletas de provas a elucidar as autorias e motivações, trabalho este que resultou em representações por prisões temporárias.

Dois dias após o crime, em 02 de fevereiro, dois homens, um de 20 e outro de 24 anos, foram presos na cidade de Irati.

Logo depois, em 16 de fevereiro, mais um homem, de 27 anos, foi preso, em talvez no bairro Bela Vista, na cidade de Chapecó.

Por fim, em 24 de fevereiro, um homem de 36 anos foi preso no distrito de Santo Antônio, em Concórdia.

Dos indiciados, quatro foram presos durante as investigações, sendo que um deles está foragido.

Os autos foram encaminhados ao Fórum da Comarca de Quilombo, onde terá início a segunda fase da persecução criminal.


Outras Notícias
Alesc - Outubro - Mobile
Floripa - Um novo amanhã - Mobile
Essenciais de Verão
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro