Close Menu

Busque por Palavra Chave

Transparência Criciúma

Vereadores chapecoenses debatem situação dos imigrantes no município

Câmara de Vereadores de Chapecó Reunião de trabalho virtual Reunião de trabalho virtual

Na tarde de quarta-feira (14), atendendo requerimento da vereadora Marcilei Vignatti (PSB), o Poder Legislativo de Chapecó, realizou reunião de trabalho para debater a situação dos imigrantes no município.

O evento ocorreu de forma remota e participaram, além da proponente, representantes da Secretaria de Assistência Social, da Pastoral do Imigrante de Chapecó, do Grupo de Apoio ao Imigrante e Refugiado da Região Oeste de Santa Catarina (GAIROSC) e das Associações de Imigrantes Senegalezes, Venezuelanos e Haitianos. Também participaram os vereadores Adão Teodoro (PSD), Deise Schilke (PT), e Sueli Suttili (PSD).

O objetivo da reunião, de acordo com Marcilei, é a construção de uma política de imigrantes. “Queremos implantar no município, uma política voltada para os imigrantes e, para isso, queremos descobrir aonde estão as principais demandas dessas pessoas”, explica a vereadora.

Em nome dos imigrantes do município, Nahum Saint Julien falou sobre a importância de inclui-los no processo de crescimento econômico. “Precisamos de uma oportunidade, para que possamos prosperar, queremos fazer parte dos planos do município”, destaca.

Durante o encontro, foram levantadas as principais dificuldades enfrentadas por essa população como: falta de acesso à alimentação, linguagem e, sobretudo, a falta de documentação de alguns imigrantes que, em decorrência disso, impede o acesso às escolas, empregos e, até mesmo, abertura de contas em bancos.

A Secretária de Assistência Social, Elisiane Sanches destacou que há no município, um programa de acolhimento voltado para os imigrantes. “Essa política pública existe e atende essa população que já chega a 14 mil pessoas. Atualmente, os imigrantes que chegam à nossa cidade, são abrigados e têm acesso a atendimento psico social e a alimentação, até conseguirem se estabelecer. A Secretaria tem trabalhado para aprimorar esse serviço, buscando alternativas, também através de parcerias”, destaca. Elisiane também esclareceu que os imigrantes que estiverem com dificuldades para comprar alimentos devem procurar as unidades do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), do município.

Após as deliberações, a vereadora Marcilei destacou a importância de dar continuidade ao debate. “Vimos que há uma iniciativa do Poder Público, em parceria com outras instituições, que tem atendido a várias demandas apresentadas nesta reunião. Porém, entendemos que é necessário que seja criado um fórum permanente para debater o assunto”, assinala.

A proponente da reunião também destaca que serão realizadas novas reuniões para debater a documentação dos imigrantes e também o acesso à educação no município, voltada para a situação dos mesmos.


Outras Notícias
Transparência Criciúma 2
Anúncio Radial 2
Palhoça Parques
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro