Close Menu

Busque por Palavra Chave

Transparência Criciúma

Devolvam o governo a Carlos Moisés; Impeachment fede; STJ pede arquivamento; A honra dos desembargadores; Ricardo Roesler sob observação na aceleração

Por: Marcos Schettini
16/04/2021 09:41
Maurício Vieira/Secom

Devolvam o mandato de Carlos Moisés

Os desembargadores do Tribunal de Cassação têm em mãos a poderosa força do pedido de arquivamento judicial do Superior Tribunal de Justiça dando transparência de inocência de Carlos Moisés naquela desastrada compra dos respiradores. O governador não tem qualquer mancha de sujeira, desonestidade e corrupção em torno do seu nome como cidadão e sua história militar. Os juristas do TJ têm o dever consciente de devolver o chefe do Executivo ao cargo de onde nunca deveria ter saído. Se faltava aos membros os transparentes argumentos, agora é tranquilo que entreguem seu mandato. Reconheçam o arquivamento e abandonem a tese de responsabilidade. Se é inocente, então não tem qualquer culpa ou dolo. O Estado de Santa Catarina volta à normalidade com Justiça.


EXCELENTE

As manifestações do Ministério Público Federal, Polícia Federal, Tribunal de Contas de SC e Ministério Público de SC, que são órgãos de investigação e de controle federal e catarinense, deram vida de inocência a Carlos Moisés. O pedido de impeachment, um golpe político, morreu.


MORREU

Com o STJ mandando arquivar o processo dos respiradores, devolve a honra ao governador que, na verdade, Carlos Moisés nunca perdeu. Mas fica declarado que o bombeiro não somente é um homem honesto, mas inocente. Cabe ao Tribunal de Cassação devolver o mandato.


DEVOLUÇÃO

Se o Tribunal de Cassação não tem nenhum argumento jurídico, muito menos político, deve acelerar completamente, para devolver agora o governador ao posto de controle de SC. Ricardo Roesler é um presidente sábio e sem manchas na toga. Moisés deve retornar agora.


PERSEGUIÇÃO

Tudo que a turma do golpe liderado por Gelson Merisio quis, foi se apossar do Poder Executivo no que se chama de 3° turno da eleição estadual de 2018. Se não tinha como ganhar no voto, buscou a derrubada através do patético Laércio Schuster. Usando e abusando do deputado.


VERGONHA

O que se sabe, de verdade, é que o patético Laércio Schuster está batendo a cabeça em todas as quinas de parede que encontra pela frente. Não se suporta mais. Olha-se carregado de toda a sujeira a que se sujeitou, vendendo a alma para o Diabo. Sua consciência está destruída.


DESTRUÍDO

Laércio Schuster é um patético quadro, fútil e irresponsável, traidor que se tornou uma aberração política dentro do Parlamento catarinense. Vai levar esta culpa e rótulo vergonhoso, para sua vida tola. Caso não venha a se reeleger em 2022, não sabe como se suportar.


PAGAMENTO

As indicações de cargos de comissão que tem recebido da patética Daniela Reinehr, fazem Laércio Schuster andar para todos os lugares que tem ido, com o talão do Estado pendurado na lapela do seu terno. A politização da cassação do mandato de Carlos Moisés tem recompensas.


JAZ

Não há mais motivo para cassar o mandato de governador de Carlos Moisés. Honesto e inocente jurídico, comprovado pela Polícia Federal e Ministério Público Federal. Com o pedido de arquivamento pelo Superior Tribunal de Justiça, o pedido de impeachment morreu e já fede.


JUSTIÇA

Agora os desembargadores julgadores tem em mãos uma grande missão judicial de devolver, o mais rápido possível, o governador ao cargo que lhe pertence e foi conquistado honradamente pelo voto do cidadão de SC. Não há mais argumento e, finalmente, esta balbúrdia finaliza.


TENTAÇÃO

O grupo do golpe contra Carlos Moisés não contava com o arquivamento do processo dos respiradores pelo Superior Tribunal de Justiça. Por isso, aparelharam o Poder Executivo de SC com todos os elementos para garantir o sétimo voto à moda Laércio Schuster.


MAIS

Laércio Schuster pode recuperar sua honra e retornar à consciência de sua tranquilidade perdida. Voltar a dormir com a cabeça tranquila e pedir perdão a si mesmo. Não há nada que impeça que olhe-se no espelho sorrindo para si mesmo por fazer o que é correto. Pecou terrivelmente, mas quer ser digno novamente.



Transparência Criciúma 2
Anúncio Radial 2
Palhoça Parques
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro