Close Menu

Busque por Palavra Chave

PMDB é o partido enganado

Por: Marcos Schettini
28/06/2017 09:21 - Atualizado em 28/06/2017 14:53
Orso e Diniz durante comício eleitoral em 2012 (Foto: Arquivo/LÊ) Orso e Diniz durante comício eleitoral em 2012 (Foto: Arquivo/LÊ)

A desgraça vivida pelo caixa municipal tem as digitais do governo Orso e seus serviçais comissionados. O que não é uma responsabilidade do PMDB. O partido, centenas de vezes, inclusive entregando um documento ao dono da Celer com ações para motivar o projeto de governabilidade, foi ignorado deixando bons homens partidários como Tarciso Corso, Edemar Mattielo, Sorgatinho, Ledinho Curtartelli e o próprio vice, médico Diniz. Todos ignorados pelo prefeito que, pouco preocupado, fechou-se completamente e chutando pessoas que o levaram à governabilidade. Tanto Gildomar quanto sua parceira de duvidosa cartilha partidária ficaram mudos sem defender os interesses do coletivo ulyssista. Está ai o resultado de uma prefeitura destruída e que, por milagre, está de pé. Foi com suas digitais de esconde-esconde que Xaxim foi entregue às moscas.


Socorro

Não se discute luta de classes com ignorantes. A luta dos trabalhadores pela sua plenitude revolucionária é pela derrubada do opressor que lhe escraviza pela via salarial. A greve é um instrumento de confronto de classe. Não é para amadores.

Líder

O ocorrido no movimento em defesa dos direitos de classe tem legitimidade e deve ser política multidirecional. Por quê? Devido ao cerco a que os trabalhadores estão sujeitos e aceitam. Pela via partidária, é tolice.

Tolice

Gildomar Michelon não fez greve na época de seu comparsa administrativo porque, sua covardia evidente, lhe expôs o caráter. Fazer um movimento como o visto em um governo afundado em dívida e de seis meses de gestão, é patético.

Patético

O vereador não teve, sequer, seu partido como avalista neste movimento. Foi justamente o PMDB, pisado no pescoço por Idacir Orso, que saiu-se prejudicado na eleição. Sorgatinho que o diga. Se Lírio venceu, o cabo eleitoral foi Gildomar.

Lembrança

Por que Gildomar não foi fazer piquete na greve dos servidores da Saúde no ano passado em frente à prefeitura? São os são servidores dos postos inferiores aos professores ou é uma categoria única do funcionalismo?

Mais

Pergunta-se a talvez peemedebista, Joseane Sampaio, ex-secretária da Saúde, se os servidores são inferiores entre si? Pode o agente de Saúde ser menor que um professor ou é uma categoria respeitável? Por que ela não aplaudiu a greve na sua pasta?



Anúncio Radial 2
Campanha Infraestrutura - Mobile
Campanha Agricultura - Mobile
Campanha Segurança Pública - Mobile
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro