Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma
Peste Suína Setembro
Beira-Mar Casan

Obras de Rodrigo de Haro abrilhantam acervo cultural da Alesc

Por: LÊ NOTÍCIAS
03/08/2021 11:05 - Atualizado em 03/08/2021 11:07
Daniel Conzi/Agencia AL Obras de Rodrigo de Haro estão em exibição permanente nas dependências do Palácio Barriga Verde, sede do Legislativo catarinense Obras de Rodrigo de Haro estão em exibição permanente nas dependências do Palácio Barriga Verde, sede do Legislativo catarinense

Pintor, desenhista, poeta, contista, mosaicista. Artista no mais amplo sentido da palavra. Assim era Rodrigo de Haro, que morreu no dia 1º de julho, aos 82 anos de idade, deixando um vácuo imensurável na arte catarinense. Tamanha é sua importância que quatro obras dele estão em exposição permanente na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina.

No hall do Parlamento catarinense é possível apreciar dois quadros a óleo sobre tela: “Desterro 1700” e “Desterro 1700”. No gabinete da Presidência estão os quadros em Eucatex “Flores” e “Santa Catarina”, que também engrandecem o acervo cultural da Alesc.

O ARTISTA

Filho do pintor clássico Martinho de Haro (1907-1985), catarinense de São Joaquim, Rodrigo nasceu em Paris, na França, em 1939, mas foi criado em Florianópolis, onde construiu uma carreira brilhante nas artes.

Rodrigo era graduado em arquitetura e urbanismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e doutor pela Universidade do País Basco (Espanha) e pós-doutor pela Universidade Federal Fluminense (Rio de Janeiro).

Membro da Academia Catarinense de Letras, onde foi titular da cadeira 35, teve seu talento reconhecido e premiado tanto no estado quanto no Brasil. Poeta surrealista, teve livros publicados no Brasil, Espanha e Estados Unidos. Ao longo da carreira, teve suas obras plásticas, pinturas e gravuras apresentadas em exposições individuais e coletivas em Santa Catarina, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul.

A Alesc lamenta profundamente a perda de Rodrigo, cuja sensibilidade e valores humanistas ficam eternizadas em sua ampla produção artística. As peças de autoria do artista expostas no Palácio Barriga Verde são motivo de orgulho para a Casa e estão sempre à disposição do público.


Outras Notícias
Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Blumenau pronta para crescer
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro