Close Menu

Busque por Palavra Chave

Vieses e consensos | A democracia é o pior dos regimes, à exceção de todos os outros (Winston Churchill)

Por: Ralf Zimmer Junior
27/08/2021 10:43
Divulgação

O mundo polarizado, do meio do século passado, tinha de um lado a extrema esquerda de Stalin, e doutro a extrema direita de Mussolini (Itália) e Hitler (Alemanha) como contraponto a expansão soviética.

Contudo, a resposta às atrocidades dos extremos foi paga com a moeda da Justiça, dada a resiliência Britânica, e após Norte Americana (com brava participação de nosso Exército em Monte Castelo) fizeram com que os ventos do pior regime, à exceção dos outros, a democracia pudesse devolver o sorriso e a esperança à humanidade após 1945.

Churchill não era de esquerda, pelo contrário, filho de tradicional família britânica, conservador até a medula, homem de direita declaradamente, foi o pilar da resistência democrática aos lambe botas de direita e esquerda e às suas atrocidades, ao liderar o contra-ataques à Hitler e ao refrear o ímpeto soviético na divisão das fronteiras europeias no pós-guerra.

Não há saída fora da democracia, farda, toga, homem de bem, nada disso traz aureola a reboque, tanto que afora Belarus e mais umas duas republiquetas que se dizem “de direita”, os regimes totalitários que sobraram foram os restolhos ditos marxistas chineses, coreanos do Norte e venezuelanos.

Assim, quem pensa no “dia seguinte” e é realmente patriota não vê o menor sentido de fechar algum dos poderes da república ou afastar a fórceps agentes públicos, que, num regime democrático, podem e devem sendo o caso vir a ser punido na forma das leis se, caso a caso, aquilatar-se efetivo abuso de poder, seja quem for.

Bandidos ou ignorantes que pregam o fechamento do STF são da mesma laia daqueles que pedem Habeas Corpus, vejam só, ao STF (o que é de direito...), para poderem calar na CPI (que sinceramente não provou envolvimento de Bolsonaro) para não irem preso em virtude do golpe que um restolho de canalhas tentou aplicar no Ministério da Saúde com esquema de superfaturamento de vacinas enquanto milhões morriam à sua falta. O que só não se concretizou por conta da intervenção a tempo e modo de um verdadeiro patriota, um funcionário do Ministério da Saúde que denunciou a esparrela envolvendo até reverendo estelionatário.

Pois bem cara pálida, aponte-me uma democracia do mundo que prendeu “manu militare” juízes ou fechou alguma Corte? Não, não existe, apenas regimes totalitários fizeram isso, e o resultado é bem claro: Venezuela, Coreia do Norte...

Ah mas você não gosta das decisões do Judiciário ou das Leis do seu País? Ótimo (eu também não!), vote em quem pense parecido com você para mudar as leis, o Senado, o congresso, para que seu Presidente (nosso Presidente) possa nomear os novos ministros na medida que as vagas forem abrindo, Bolsonaro já nomeou dois, um já empossado, e outro aguardando a sabatina do Senado.

Ah você quer voto impresso? Legal, onde estivestes nos últimos 25 anos em que quem brada por voto impresso hoje não perdeu uma única eleição com as urnas eletrônicas, e no congresso nas eleições do novo presidente no início do ano não teve um infeliz de um deputado para pedir que se começasse com voto impresso no próprio congresso (não teve um deputadozinho!!!)? Ah não dá para auditar o que não é impresso, então me diga como tu cancela teu cartão de crédito clonado na internet sem imprimir um papel? E teus e-mails, tu imprimes e manda pelo correio? Não né! O eletrônico, sim é violável, mas também auditável por evidente se não os bancos já teriam sido saqueados pelos hackers (o que seria muito mais lucrativo e fácil que se incomodar com voto numa republiqueta na periferia do terceiro mundo!).

Bem, o problema maior do Brasil não é o STF, nem o Bolsonaro, tampouco o Lula, muito menos a China (aliás, no site oficial do Palácio do Planalto consta como nosso maior parceiro comercial. Sim, o Agronegócio nosso gera bilhões à nossa economia vendendo para a China, nada obstante muitos deste setor dizerem temerem a onda chinesa...mas deixar de vender e de lucrar...ah não...afinal só louco descartaria “negócio da china”).

Que venha o dia 7 de setembro, e que venham protestos, contra quem quer que seja, esse o preço módico de viver numa democracia, poder criticar e ser criticado sem ser calado (o que não se confunde com ameaça, que é crime e gera devida punição!), o que somente é permitido onde há poderes independentes entre si.

Também não vejo a hora meus amigos de ver alguns ministros aposentados, mas até lá, se não provar conduta efetiva de eventual impeachment, teremos que aturá-los, e quiçá, pedir alguma liminar para ele em caso de sermos presos indevidamente aqui na província no dia 7.

Onde não há democracia, há autocracia, não existe (fora da cabeça dos canalhas e dos ignorantes) “poder moderador” do Exército. Assim, ou aprendemos viver em democracia, o que é muito ruim, à exceção dos demais regimes, ou a coisa ficará pior que já está, muito pior, pois, ao contrário dos anos 60 não temos ditaduras de direita na américa latina, mas de esquerda...ou será que essa turma que quer fechar o STF não é comunista disfarçados de patriotas? Se nosso agronegócio lucra bilhões com os chineses, e segundo fontes estariam “incentivando” atos…vai saber? Até porque na China não tem Supremo, mas tem nos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Israel...sem concurso, nomeados pelo chefe do Estado com sabatina no Parlamento (igualzinho aqui!).

Sim, protestemos à vontade, e votemos melhor ainda em 2022, mas se teu negócio é fechar poder, sinto muito, teu lugar é na Venezuela ou na Coreia do Norte, e não no nosso Brasil Verde Amarelo e democrático também!

Que nosso Exército honre a grandeza de nossos combatentes de Monte Castelo, e seja fiel escudeiro da democracia, e não caiam em tentações autoritárias cujo caminho é conhecido: “mandar patriotas para o exílio, para o cemitério, garrotear o congresso... traidor da constituição é traidor da pátria, nós temos ódio à ditadura, ódio e nojo” (Ulysses Silveira Guimarães)

Se és de direita mesmo, és da linha do maior expoente dos conservadores, de Winston Churchill, para quem a democracia é o pior dos regimes, à exceção dos outros! Do contrário, não és de direito, és um comunista sem saber, um imbecil útil àqueles que querem lucrar com o retrocesso, pense nisso!


Alesc - Outubro - Mobile
Floripa - Um novo amanhã - Mobile
Essenciais de Verão
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro