Close Menu

Busque por Palavra Chave

ESPECIAL OUTUBRO ROSA

Xaxinense conta história de superação na luta contra o câncer de mama

Por: LÊ NOTÍCIAS
19/10/2021 17:38 - Atualizado em 19/10/2021 17:40
Arquivo Pessoal Gra salienta que o apoio de sua família foi fundamental no processo de tratamento da doença Gra salienta que o apoio de sua família foi fundamental no processo de tratamento da doença

Por Vitória Schettini

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de mama é o tipo de câncer que mais mata mulheres no Brasil e, em levantamento de 2019, a taxa de mortalidade pela doença, ajustada pela população mundial, foi de 14,23 óbitos/100.000 mulheres.

Com esses tristes dados, o objetivo do Outubro Rosa é que as mulheres se conscientizem e façam os exames todos os anos para se prevenir contra o câncer. No Dia Mundial de Combate ao Câncer de Mama, 19 de outubro, em entrevista exclusiva ao Lê NOTÍCIAS, a xaxinense Gracielle Beatriz Piccoli, conhecida como Gra, conta sobre sua história de superação na luta contra o câncer de mama.

Gracielle nasceu em Seara e morou no interior do município, na linha Gramado, até 2000. Após, morou em Lajeado Grande e em 2006, recebeu uma proposta de emprego no O Boticário de Xaxim, estando lá há 15 anos como gerente.

Ela conta que, ao receber o resultado do exame que indicou o diagnóstico, se sentiu com muita aflição e uma sensação devastadora. "Eu lembro de chorar muito naquele dia, foi um grande choque para mim. Eu me questionava por que aquilo tinha acontecido comigo, justamente no momento em que tinha uma filha de um ano e seis meses. Eu tinha inúmeras perguntas sem respostas e não queria acreditar que estava passando por tudo aquilo", relembra.

Com o passar dos meses, ela relata que acalmou seu coração e renovou sua fé. "Tudo ficou mais claro para mim e tive muito apoio da minha família, o que foi fundamental ao longo desse processo. Assim, decidi lutar pela minha vida, reorganizando minha rotina e seguindo com o tratamento", conta ao LÊ.

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Às mulheres que estão enfrentando a doença, Gra enfatiza a importância de não perder a fé e manter pensamentos positivos. "Nada dura para sempre, são dias de lutas e dias de glórias. Viva um dia de cada vez e procure não sofrer por antecedência. No fim, tudo dá certo e se ainda não deu certo, é porque não chegou ao fim", afirma.

SUPERAÇÃO

Na visão dela, não há receita ou fórmula para se superar o período difícil, mas a fé, amor e oração ajudam no fortalecimento durante o tratamento. "Cada ser é único, com sua bagagem de ensinamentos, experiências, vivências. Cada um, no decorrer do processo, vai construindo a sua própria história de superação, que nos ajudam nesse momento", expõe.

Ao final do tratamento, ela descreve a sensação de poder passar por tudo isso. "É uma sensação de alívio, mas ao mesmo tempo, a sensação de medo de uma possível volta é muito grande. Contudo, vivemos um dia de cada vez e sempre fazendo todos os acompanhamentos necessários na prevenção e cuidado", finaliza.


Outras Notícias
Alesc - Outubro - Mobile
Floripa - Um novo amanhã - Mobile
Essenciais de Verão
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro