Close Menu

Busque por Palavra Chave

SP Convention

Com participação de Ministro Marcos Pontes, Fapesc lança Programa Centelha 2

Por: LÊ NOTÍCIAS
09/11/2021 10:07

O Programa Centelha 2 em Santa Catarina foi lançado nesta segunda-feira (08), em transmissão on-line organizada pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc). A cerimônia contou com a presença especial do ministro de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Marcos Pontes. Nesta edição, serão investidos R$ 3 milhões para contemplar 50 empresas com até R$ 60 mil cada e mais uma bolsa de R$ 32,4 mil. As inscrições vão até 10 de janeiro no programacentelha.com.br/sc/.

O programa é realizado pelo MCTI e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação CERTI. É executado em Santa Catarina pela Fapesc.

O Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias, e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país.

Para o ministro Marcos Pontes, tanto os resultados tanto do Centelha 1 quanto do 2 já são muito animadores, especialmente pela parceria com os estados. “Isso não é feito sozinho, como temos visto. É sempre bom a gente enfatizar o poder da união, o poder do trabalho em equipe, de várias entidades trabalhando juntas para o país”, explica. “Eu vejo um programa como esse, o Centelha, ideal para tirar essas ideias da cabeça, do papel, da gazeta, da garagem, do laboratório e transformar em mais conhecimento, mais riquezas para o país, mais qualidade de vida para as pessoas”, complementa.

O presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, já se antecipou e sugeriu um processo de internacionalização para a próxima edição do programa a partir de uma experiência que teve recentemente no Web Summit, quando acompanhou a delegação catarinense para a Europa. Neste grupo, das pouco mais de 20 startups, seis delas já haviam sido apoiadas com recursos da fundação e duas estavam abrindo filiais em Portugal.

"Assim como essas ações que temos feito têm gerado frutos aqui no Estado, também têm resultados nacionais e até internacionais. Fica o desafio para todos nós, quem sabe a gente pense para as próximas edições do Centelha algum aspecto de internacionalização. Podemos selecionar os melhores cases, daqueles que passarão pelo programa, para ter experiência internacional, para buscar novas fronteiras”, destacou.

No evento desta segunda-feira, estiveram presentes, além do ministro Marcos Pontes, o secretário de Empreendedorismo e Inovação do MCTI, Paulo César Rezende de Carvalho Alvim; o diretor de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Finep, Marcelo Bortolini de Castro; o coordenador de Parcerias Estaduais do CNPq, Gilberto Ferreira de Souza.

Marcelo Bortolini de Castro, da Finep, reforça que o Programa Centelha vai ser mantido e ganhará novas edições porque propõe uma transformação cultural. “É um programa de transformação da maneira do nosso jovem visualizar o futuro. Ele vai empreender, vai criar sua empresa, vai botar sua ideia para gerar valor”, exemplifica.

Na primeira edição, Santa Catarina teve 1,2 mil projetos inscritos no Centelha e 28 aprovados. Para Paulo Alvim, do MCTI, o objetivo agora é ampliar esse número. “Santa Catarina tem uma tradição empreendedora. É muito prazeroso ver o sucesso que vocês fazem e, principalmente, uma estratégia de estado, dentro de uma política de estado. Santa Catarina é (destaque) porque algumas pessoas entenderam que ciência e tecnologia fazem a mudança”.

Já Gilberto Ferreira de Souza aproveitou para reforçar o quanto o CNPq tem sido parceiro da Fapesc em diferentes ações e programas, como o antigo Sinapse da Inovação. Agora, a instituição colocou o sistema de bolsas à disposição do Centelha. “Esse é um programa extraordinário. A criação de empreendimentos inovadores vem muito a calhar neste momento em que estamos agora, de expansão econômica do país. É um programa que deu certo”, comemora.

Participaram ainda do evento o presidente do Conselho das Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap), Odir Dellagostin; o secretário-executivo da Acafe, Paulo Ivo Koehntopp; o diretor de Administração e Finanças do Sebrae, Anacleto Ortigara; o representante da Gerência de Inovação e Empreendedorismo do Sebrae, Sérgio Pereira; e o diretor-executivo da Fundação Certi, Leandro Carioni.

A cerimônia foi coordenada pela gerente de Inovação da Fapesc, Gabriela Mager. Ainda da fundação, estavam presentes o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação, Amauri Bogo, e o diretor de Administração, Leonardo de Lucca, junto com as coordenadoras de projeto Daniela de Sá Pires e Scheila Pricila Simon Neres, responsáveis pelo edital do Centelha.

As inscrições do Programa Centelha em Santa Catarina abriram nesta segunda e vão até 10 de janeiro no site www.programacentelha.com.br. As dúvidas serão respondidas no e-mail centelha@fapesc.sc.gov.br.


Outras Notícias
Sindifisco
Alesc - Outubro - Mobile
Essenciais de Verão
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro