Close Menu

Busque por Palavra Chave

Intolerância política: a bandidagem anti-sulista está de volta

Celso Deucher*

Por: Celso Zamarchi Cenci
14/10/2016 11:37 - Atualizado em 14/10/2016 11:39

Neste domingo, dia 9 de outubro, a Rede Record nacional passou em seu programa dominical noturno, Domingo Espetacular, uma reportagem sobre o Movimento O Sul é o Meu País e o Plebisul realizado no último sábado dia 1º. A matéria ficou profissional e representativa. Colocou ambos os lados da questão. Poderíamos reclamar que foi bem brasileira no fechamento, terminando com alguém dizendo ser contra a proposta, para que o telespectador guarde a palavra final. Mas, vamos lá, sempre vai haver o outro lado e isso faz parte da democracia.

O que quero avaliar neste texto é a aparição de dois papagaios da Rede Globo no momento exato da gravação da matéria em Florianópolis. Trata-se de uma claque de bocas alugadas por partidécos que roubam e mamam na União e não querem de forma alguma perder a teta. A aparição, do nada, daqueles dois cidadãos na matéria, especialmente naquele momento da gravação foi muito bem arquitetada e bem sabemos disto. Alguém duvida que estes dois seres estavam ali a mando e pagos por alguém? “Rolou grana boa na parada”, diria nosso manézinho da Ilha.

As acusações dos dois chamando o Movimento de racista, fascista, nazista mostra o DNA de onde saiu essa dupla e escancara quem são os mandantes deste crime e por isso, nossos inimigos. Bem sabemos que os partidécos que alugaram aqueles dois são parte dos defensores de ditaduras, intolerantes que não aceitam debater democraticamente tema algum que não lhes convenha. Afinal é no caos que eles são dão bem. Por isso eles vem com acusações sem fundamento, sem provas, sem a mínima base de discussão.

Minha sugestão é que nossos compatriotas de Florianópolis processem estes dois papagaios e os façam pagar pelo seu crime de intolerância política. Afinal, de bolsos cheios eles devem estar, pois o papel para que foram pagos eles desempenharam muito bem. O fato é que temos que reagir a estes ataques e fazer estes verdadeiros fascistas aprender o significado da palavra democracia. Se algum dia estes bandidos quiserem discutir alguma coisa séria conosco que venham como seres humanos e não como animais adestrados pela fábrica de fazer imbecis brasileira. Quanto aos partidécos que pagaram o almoço daqueles dois coitados, penso que a população de Florianópolis já deu o que eles merecem. Foram mandados para o esgoto, de onde nunca deveriam ter saído.

Aproveito para cientificar os compatriotas que esta semana registramos um Boletim de Ocorrência e fizemos um pedido de investigação criminal contra um outro cidadão da mesma laia destes de Floripa, que pintou numa bandeira do Movimento O Sul é o Meu País uma suástica e plantou providencialmente num canteiro de uma cidade do norte catarinense. Devemos ir até as ultimas consequências para pegar estes intolerantes e faze-los pagar pelos seus crimes. Chega de sermos taxados do que não somos e ficarmos calados. Hora de reagir contra estes fascistas made in brazil.

*O autor é Secretário Geral do Gesul.


Outras Notícias
Covidômetro - Florianópolis
IPTU São José - 2021
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro