Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma

O direito dos trabalhadores e dos empresários

Por: LÊ NOTÍCIAS
14/07/2017 09:19

A polêmica em volta da aprovação da Reforma Tributária, pelo que se sabe, gerou um abismo de dúvidas de como vai ser, a partir de agora, as duas forças da economia de classe. As mudanças geraram um medo, terror e, aqueles que pensavam que as 17 mil unidades sindicais que afirmaram estar ativas no país, são também da parte patronal.

Sindicato não é somente de operários, mas de quem os paga também. É preciso entender os novos tempos. A CLT tinha mais décadas de existência que de prudência. Era necessário modificar algumas das difíceis formas de entendimento de classe, mas manter os direitos adquiridos que, ao longo da história, foram conquistados pela força, suor e sangue que marca o conflito de classe entre as forças do capitalismo.

O que se imagina, e isso é uma verdade, é que amanhã, quando estas leis entrarem em vigor, e forem entendidos pela sociedade, pode ter um efeito perigoso de todos os lados. Os empresários vão querer mais mudanças que animem seu poder de ganho se, entendendo que a classe trabalhadora não batendo de frente, mostra-se fragilizada e, portanto, amargando ainda mais.

Ou então ao contrário, o operariado toma consciência e cobra, pela força de sua rebeldia, os direitos à força. E vai acontecer algo que ninguém pode esperar.


Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro