Close Menu

Busque por Palavra Chave

Palhoça assina adesão ao Plano 1000

Prefeitura de Palhoça Município vai receber R$ 178 milhões do Governo do Estado para obras estruturantes Município vai receber R$ 178 milhões do Governo do Estado para obras estruturantes

O prefeito de Palhoça, Eduardo Freccia, assinou o contrato de adesão ao Plano 1000, em ato realizado na Casa d'Agronômica, na terça-feira (11). Durante a solenidade, o governador Carlos Moisés recebeu os prefeitos de 10 municípios catarinenses, que vão receber mais de R$ 1 bilhão em recursos do Governo do Estado para a realização de obras estruturantes.

Palhoça vai receber R$ 178 milhões – o valor destinado a cada município é diretamente proporcional ao número de habitantes, segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), e a estimativa populacional do IBGE para Palhoça, em 2021, foi de 178.679 habitantes.

“É na cidade que as pessoas vivem, e é muito importante esta parceria do Governo do Estado com o município para concretizar bons projetos de infraestrutura. São grandes obras estruturantes, importantíssimas para a qualidade de vida da população, e que demandam um investimento em valores que as prefeituras não teriam condições de arcar, então, a parceria com o Governo do Estado é fundamental, com este aporte financeiro que é muito bem-vindo”, celebra o prefeito Eduardo.

Eduardo Freccia foi o primeiro prefeito a assinar a adesão ao Plano 1000 no ato de terça-feira. Para o chefe do Executivo palhocense, sem a ajuda do Governo do Estado, fica “praticamente inviável” ao município realizar grandes obras. "Aí vem o Governo do Estado e a mão forte para nos apoiar. O Plano 1000 é um benefício real para as cidades, e o governador Carlos Moisés, um parceiro para tocar as grandes obras e as grandes transformações que as cidades e o estado precisam", avalia Freccia.

A Prefeitura de Palhoça planeja utilizar os recursos disponibilizados pelo Plano 1000 para realizar obras com foco na mobilidade urbana. A expectativa é a de que o recurso seja destinado à construção de uma avenida que proporcione uma nova ligação entre Palhoça e São José, passando pelos bairros Passa Vinte, Pedra Branca e Frei Damião.

O Executivo também projeta a construção de uma nova avenida no bairro Bela Vista, além da elaboração detalhada da Avenida Beira-Mar de Palhoça e reformas na malha viária do Sul do município.

A expectativa é a de que o repasse dos R$ 178 milhões nos próximos cinco anos seja revertido, também, para a construção do hospital público de Palhoça, que deverá atender não só Palhoça, mas os municípios localizados ao sul da Grande Florianópolis.

Presente no ato de assinatura do contrato de adesão, o coordenador de Projetos Especiais da Prefeitura de Palhoça, o ex-prefeito Camilo Martins, também comemorou a chegada dos recursos. “São projetos que envolvem um volume de recursos muito grande e só conseguimos concretizar assim, com muito planejamento e com o esforço conjunto entre a classe política”, comentou Camilo.

Um dos artífices deste “esforço conjunto” para a realização das obras estruturais que Palhoça precisa é o deputado estadual Nazareno Martins, também presente no evento na Casa d'Agronômica. "Não estamos medindo esforços para fazer nossa parte e entregar projetos que beneficiem nossa amada Palhoça. Vamos continuar trabalhando, com a união de forças aqui da Assembleia e da Prefeitura, para colocar Palhoça sempre em destaque. Estamos confiantes de que, nos próximos dias, os projetos já sejam assinados e que neste ano grandes obras estarão por vir", projeta o deputado.

O PLANO 1000

O Plano 1000 é o maior projeto municipalista da história de Santa Catarina, anunciado no final do ano passado pelo governador Carlos Moisés. No estado todo, serão distribuídos R$ 7,3 bilhões para a realização de obras estruturantes que promovam o desenvolvimento e proporcionem mais qualidade de vida às populações dos municípios catarinenses, em áreas como infraestrutura, saúde, educação e desenvolvimento social.

Além de Palhoça, assinaram a adesão na terça-feira (11) os municípios: Blumenau, Içara, Jaraguá do Sul, Joaçaba, Mafra, Rio do Sul, São José, Videira e Xanxerê.

Carlos Moisés destaca que o Plano 1000 revela a identidade municipalista da atual gestão, investindo de maneira justa em todas as regiões. "É um programa que olha os prefeitos, o cidadão, que quer resolver os problemas onde as pessoas vivem e levar mais renda, mais oportunidades, melhores condições de desenvolvimento. Os projetos são escolhidos e qualificados para encurtar distâncias, diminuir o sofrimento das pessoas e entregar qualidade de vida", enaltece o governador.


Outras Notícias
Alesc - Motivação - Mobile
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro