Close Menu

Busque por Palavra Chave

Artigo | Implante de marcapasso

Por: LÊ NOTÍCIAS
20/07/2017 10:38 - Atualizado em 06/08/2020 11:26

Por Daniel Rossano Correa*

O marcapasso é um gerador de pulsos elétricos, que garantem o ritmo adequado do coração. Para entendermos como funciona, também é preciso entender como o coração funciona normalmente. O coração tem seu próprio marcapasso natural, que é chamado de Nó Sinusal. Nesta estrutura, se origina o impulso elétrico que irá percorrer todo o órgão, fazendo-o bater e bombear sangue para todo o corpo.

Em um adulto normal e em repouso a frequência cardíaca deve ficar entre 60 e 100 batimentos por minuto, dependendo, é claro, da idade da pessoa, da hora e do momento do dia, pois, quando estamos dormindo, não é raro termos uma frequência menor que 50 batimentos por minuto.

O marcapasso é implantado quando o paciente tem uma frequência menor que a normal, evento este conhecido como bradicardia (coração lento) e sintomas que vão desde o cansaço em demasia até ao desmaio (síncope). Esta bradicardia pode estar relacionada a várias patologias, como: Doença do Nó Sinusal e Bloqueio Atrioventricular.

O marcapasso é composto pelo gerador de pulsos, que contém uma bateria e um circuito de computador, que pode ser programado de acordo com as necessidades de cada paciente, e ainda os cabos eletrodos, que são fios que levam o pulso elétrico ao músculo cardíaco. Os mais modernos marcapassos permitem ao paciente realizar o exame de ressonância magnética que, atualmente, é utilizado como ferramenta indispensável para diagnosticar diversas patologias.

O implante do marcapasso, geralmente, é feito por um médico cirurgião cardiovascular e pode ser realizado por punção da veia subclávia (eletrodo endocárdico) ou por uma pequena abertura no tórax (eletrodo epicárdico), sendo utilizada a anestesia local e uma leve sedação coordenada pelo médico anestesiologista. Em geral, o paciente tem alta hospitalar no dia seguinte.

O marcapasso é dotado de um monitor de eventos que além de gravar arritmias, também monitora a função cardíaca e a duração da bateria que, normalmente, dura de 7 a 12 anos. As avaliações são realizadas em centros especializados, com programadores adequados a cada fabricante do marcapasso.

Para verificar se sua frequência cardíaca está normal, palpe seu pulso radial no punho perto do polegar e, com o auxílio de um relógio, conte os batimentos em um minuto. Se forem de 60 a 100 batimentos por minuto, em condições de repouso e sem estresse, sua frequência cardíaca está normal. Caso seus batimentos não sejam irregulares ou estejam fora dos padrões mencionados, consulte seu cardiologista.


*Cirurgião cardiovascular e cooperado da Unimed Chapecó


Anúncio Radial 2
Campanha Infraestrutura - Mobile
Campanha Agricultura - Mobile
Campanha Segurança Pública - Mobile
Campanha Santur
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro