Close Menu

Busque por Palavra Chave

Simplicidade e respeito ao cidadão de bem

Por: LÊ NOTÍCIAS
18/10/2016 10:37 - Atualizado em 18/10/2016 10:38

Em meio à grandiosa fonte de informações ruins sobre economia e a política no País, tende-se a culpar as instituições públicas de modo generalizado. Discute-se o Estado, seu custo, sua legitimidade, sua capacidade de produzir serviços, sua lisura, mas não se observa o inchaço, as mazelas criadas pela crise, a sociedade, o limite de tudo. Fala-se até de reduzí-lo ao mínimo. Mas de fato generaliza uma avaliação que não pode ser estendida a toda a administração pública brasileira. Têm lugares de sucessos, conquistas realizadas graças aos investimentos na pessoa.

Nesse sentido foi proporcionado uma visão de um país melhor. Embora a busca para se destruir esta ideia de boas práticas em múltiplos sentidos, em diversos setores, em favor das comunidades.

Pode-se observar que há um ideal de gestão por resultados em setores antes esquecidos. Os governos dos presidentes Lula e Dilma ofereceram isso, mas a chamada burguesia jamais aceitou. E por isso derrubou-os pelo golpe recente. Pode-se acompanhar as políticas de alfabetização no Nordeste, por exemplo, que nunca teve absolutamente nada.

Vê-se a ampliação da transparência através de experiências como a implantação de uma política de atenção ao cidadão no combate à corrupção e na distribuição de renda.

Santa Catarina tem dado exemplos abertos de gestão, assim como os desafios de ampliar a atenção ao cidadão. A mensagem do governador é neste sentido, de fazer algo para as pessoas, ou seja, as pessoas em primeiro lugar.

É possível conhecer a eficiência e a atenção dada ao cidadão de bem, mas a gestão precisa fazer sua ampliação. Menos cargos, mais investimentos na sociedade, em todas as direções. Educação é o maior investimento que se pode fazer. Este editorial já defendeu isso em várias de suas oportunidades no tema.

Observa-se como uma cuidadosa gestão de pessoas que condiciona o necessário aumento da produtividade no setor público, seja através do desenvolvimento de competências, da profissionalização e de uma visão da força de trabalho de cada servidor. Excelência é a palavra chave. Dar condições de trabalho e renda para que possam oferecer mais resultados em favor das pessoas.

Esta é a solução. Não tem muito a ser feito em inovação, apenas fazer o que deve é a receita está garantida.


Outras Notícias
Covidômetro - Florianópolis
IPTU São José - 2021
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro