Close Menu

Busque por Palavra Chave

Dengue SC

Cifra Econômica | Bancos, inflação e preços da gasolina

Por: Daniel Ribeiro
18/10/2016 11:47 - Atualizado em 08/07/2020 10:55

Banco do Brasil e Caixa com juros mais altos

Bancos públicos foram na contramão da concorrência e ajustaram gradualmente o juro cobrado dos clientes nos últimos meses. O movimento foi suficiente para mudar radicalmente o ranking do crédito do Banco Central. Se no passado recente Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal operavam os juros mais baixos, agora as duas instituições já cobram algumas das maiores taxas. Entre os cinco grandes, o BB tem o maior juro no financiamento de veículos e a Caixa opera o segundo maior no crédito rotativo do cartão de crédito.

Após o estouro da crise em 2008, bancos estatais foram protagonistas quando os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff incentivaram o consumo via queda de juros. O plano, porém, mudou. No ano passado - ainda no governo Dilma - os dois bancos federais começaram a elevar lentamente os juros em reação à subida da taxa Selic e diante de necessidade de melhorar a estrutura de capital, como revelou o jornal O Estado de S. Paulo.

Inflação para 2016 e 2017

O mercado financeiro previu uma trajetória de menor inflação neste ano e em 2017, além de um "encolhimento" maior do Produto Interno Bruto (PIB) em 2016.

As expectativas foram coletadas pelo Banco Central na semana passada e divulgadas na segunda-feira (17), por meio do relatório de mercado, também conhecido como Focus. Mais de 100 instituições financeiras foram ouvidas.

A estimativa do mercado para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano recuou de 7,04% para 7,01% na semana passada. Foi a quinta queda seguida do indicador. Mesmo assim, permanece acima do teto de 6,5% do sistema de metas e bem distante do objetivo central de 4,5% fixado para 2016.

Para 2017, a estimativa do mercado financeiro para a inflação recuou de 5,06% para 5,04%, informou o BC. Deste modo, permanece abaixo do teto de 6% – fixado para 2017 – mas ainda longe do objetivo central de 4,5% para o IPCA no período.

Preços de gasolina

O efeito da redução do preço da gasolina e diesel nas refinarias da Petrobras não foi notado nesta segunda-feira (17) pelos consumidores em boa parte dos postos de combustíveis no país.

A Petrobras anunciou na sexta-feira (14) a redução do preço do diesel em 2,7% e da gasolina em 3,2% nas refinarias. Esses preços entraram em vigor a partir da zero hora de sábado (15).

Apesar da previsão inicial de que postos do país começariam a repassar, a partir da segunda-feira (17) a redução do preço da gasolina e do diesel anunciada pela Petrobras, sindicatos do setor afirmam que em Santa Catarina a mudança não deve ser sentida na gasolina pelo consumidor, pelo aumento do valor do etanol pela entressafra da cana de açúcar.


Criciúma 2024
Unochapecó
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro