Close Menu

Busque por Palavra Chave

Artigo | Imprensa catarinense: todos os caminhos levam a Chapecó

Por: LÊ NOTÍCIAS
04/08/2017 15:36 - Atualizado em 06/08/2020 11:19

Por Marcos A. Bedin*

A celebração da liberdade de imprensa como pedra de toque de todas as demais liberdades civis e democráticas. A valorização de todas as profissões abrigadas sob o manto da comunicação social. O reconhecimento da comunicação como instrumento de justiça social e desenvolvimento econômico, cultural e político. Esses são alguns dos objetivos do 10º Encontro da Imprensa Catarinense, programado para o dia 5 de agosto, evento que assinalará a abertura oficial dos festejos do Centenário do Município de Chapecó.

Quando, há 11 anos, o jornalista, escritor e historiador Moacir Pereira assumiu a presidência da Associação Catarinense de Imprensa (ACI) tendo como seu braço direito o atual presidente Ademir Arnon, convidou-nos para assumir a diretoria regional do grande oeste, iniciamos um programa de estadualização da ACI com a integração e a valorização dois profissionais e empresários da comunicação.

Propusemos, organizamos e viabilizamos o Encontro da Imprensa Catarinense que, desde então, passou a ser realizado em Chapecó. Esse evento notabilizou-se por integrar todas as entidades de representação da comunicação e reunir jornalistas, radialistas, radiodifusores, publicitários, mídias, docentes e empresários de comunicação.

Os profissionais e empresários passaram a ser alvo de homenagem, indicados e selecionados por um critério extremamente justo e objetivo: 50 anos ou mais de atividade em qualquer das áreas da comunicação. Representa uma emoção inefável cultuar esses homens e mulheres de cabelos brancos que tanta contribuição deram as suas comunidades, exercendo um jornalismo orientado pelo real interesse público e produzindo uma comunicação de qualidade.

Esses veteranos oferecem aos jovens uma oportunidade singular de integração e transmissão de conhecimento, mercê da experiência e da sabedoria que acumularam em décadas de trabalho. O respeitoso e produtivo intercâmbio entre gerações é uma das riquezas do Encontro da Imprensa Catarinense. Neste ano, comemoramos também os 186 anos da imprensa barriga-verde e os85 anos de fundação da ACI.

Ainda nos assombra e jamais sairá de nossa memória a tragédia da delegação da Associação Chapecoense de Futebol na Colômbia, em novembro passado, quando 71 vidas foram ceifadas. A ausência desses inesquecíveis jogadores, dirigentes, técnicos, empresários, tripulantes e jornalistas constituem um capital humano cuja perda jamais será reparada nas famílias, nas empresas, nas organizações onde seus talentos brilhavam.

É imperioso não olvidar daqueles 22 profissionais de imprensa que deixaram essa plano material, mas, realizar nosso encontro é uma forma de homenagear a memória de cada um deles. Eles eram paradigmas de amor à vida, ao esporte, à comunicação – e, de forma imaterial, estarão presente em nosso evento, conectados à egregóra que ali se formará. Chapecó, em seu primeiro centenário, ostenta a condição de segundo polo de comunicação de Santa Catarina. Em agosto, todos os caminhos levarão a Chapecó.

*Jornalista, diretor da MB Comunicação e diretor regional da Associação Catarinense de Imprensa (ACI)


Alesc - Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro