Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma

Governador de São Paulo visita SC e concede entrevista exclusiva ao LÊ NOTÍCIAS

Por: LÊ NOTÍCIAS
14/08/2017 15:30
Governador de SP foi recebido pelo presidente do PSDB/SC, Marcos Vieira, em Florianópolis (Foto: Marco Santiago) Governador de SP foi recebido pelo presidente do PSDB/SC, Marcos Vieira, em Florianópolis (Foto: Marco Santiago)

Em entrevista exclusiva ao LÊ NOTÍCIAS e à Rádio Vanguarda, concedida ao jornalista Marcos Schettini, no sábado (12), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que esteve em Florianópolis, mostrou-se tranquilo em relação às definições do quadro sucessório do ano que vem.

Ao falar do seu companheiro de partido, prefeito de São Paulo, João Dória, o governador paulista afirmou que ele estaria realizando um excelente trabalho em favor dos paulistanos e também não quer mergulhar em uma disputa interna para que os tucanos indiquem o nome para as eleições. “Não é vontade do partido seguir esta direção. Temos um projeto para o Brasil que exige de todos nós muita responsabilidade e união”, lembrou.

Contrário ao projeto de reforma política que limita a eleição de parlamentares dos partidos pequenos, foi claro em defender o voto distrital ou distrital misto, com campanhas baratas e fortalecendo os programas, não a criação de mais partidos. “Sou contra o distritão que limita a democracia. Temos que ter boas instituições com partidos mais programáticos e não 35 siglas como se vê. Defendo cláusula de desempenho, voto distrital ou distrital misto com campanhas mais baratas”, defendeu.

Lembrou da sua campanha em 2006 quando Santa Catarina deu a ele uma excelente votação para a campanha presidencial. “Nosso partido tem uma grande organização aqui no Estado, tem o deputado Marcos Vieira dedicado na presidência do PSDB, fazendo o partido crescer e uma bancada forte em Brasília. Temos total condições de oferecermos um novo rumo. Mas não queremos enfrentamento interno. Vamos sair todos unidos para recuperar o Brasil destruído nestes últimos três anos”.

Abertamente contrário a uma possível prévia interna para saber qual o nome que os tucanos entendem ser o melhor para a disputa do ano que vem, o governador de São Paulo foi enfático em afirmar que não é de seu interesse, muito menos do prefeito de São Paulo, chegar a este momento. “O Dória, de fato, nós ajudamos. Ele está fazendo um bom trabalho e já afirmou que não vai disputar nenhum tipo de prévia. O nome será apresentado no fim do ano, depois das convenções do PSDB com sua reformulação de programa e o ideário do partido para o Brasil. Aí sim definir o candidato sem atropelos, sem improvisos para que possamos buscar a retomada do país pela competitividade, eficiência, emprego e renda”, entende o chefe do governo de SP.

Permanecendo por pouco mais de seis horas em SC, ele veio do Rio Grande do Sul onde, do mesmo modo, visitou Porto Alegre para conhecer os passos que deve dar em busca da indicação.

“Não vamos fazer nada precipitado. Nosso interesse é amadurecer os debates internos e externos, conversar com as lideranças empresariais e políticas para termos uma direção em defesa dos interesses do país. Tudo o que é às pressas exigindo compreensão e responsabilidade, não dá certo. Vamos definir nosso rumo apenas depois do PSDB definir o programa para ser apresentado à Nação. Isso vai ocorrer em dezembro”, finalizou;

A cúpula do partido está marcando, também, a vinda do prefeito de SP para ter um panorama de aceitação e qual deles, de fato, tem perfil de estadista para enfrentar um processo eleitoral que dê vitória para o Brasil. “Este é uma responsabilidade do PSDB de SC que quer o melhor para nossa gente e também para o país”, afirmou Marcos Vieira, deputado estadual e presidente da sigla no estado.


Outras Notícias
Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro