Close Menu

Busque por Palavra Chave

Por que Alceu Mazzioni é um atraso?

Por: LÊ NOTÍCIAS
19/10/2016 10:09 - Atualizado em 19/10/2016 10:09

A vida política do atual prefeito de Cordilheira Alta se finda. Há anos vivendo no Poder Público seja como secretário, vereador ou prefeito, exauriu seu tempo à frente daquele município. Vencido pelo tempo, o peemedebista não conseguiu, pelo período em que está dentro da administração, imprimir um tempo de aceleração ao desenvolvimento.

Foi a mão da sociedade e de vários prefeitos, que somando forças, deram impulso às conquistas a que se percebe na comunidade, mas longe de ser o atual prefeito. Embora tenha seus méritos, não é mais necessário que, pelo consenso a que a municipalidade se dispôs a viver, conceder a ele, novamente, espaço dentro do novo governo que amanhece em 2017.

Mazzioni é o passado, as novas lideranças são o futuro. E o novo prefeito, eleito apenas em um movimento único, precisa entender isso que a sociedade deseja. Qual o sentido que Cordilheira Alta teria em mudar o governo e, apenas para acomodação partidária, devolver a ele um espaço que poderia, neste caso, ser oferecido à juventude, um membro que anseia em ter seu espaço garantido para, amanhã, poder também oferecer seus conhecimentos ao povo daquela terra. O empresariado, que busca tirar leite de pedra para fazer os investimentos acontecerem, quer um líder inteligente, real, que saiba o que está fazendo sem ter que, todos os dias, ficar pedindo opinião do obvio.

Um líder novo, capaz, destemido, encontrado e disponível para que a sociedade tenha, nele, as iniciativas de seu tempo e sonho. Por isso que os empresários buscaram o consenso. Foi justamente para não ter que dispensar recursos em uma disputa que, por ser pequena em dimensões, não seria necessário um confronto. O mesmo que ocorreu em outros anos e que, por conta disso, está no atraso apresentado.

A educação e a saúde são prioridades sempre e, casado a isso, o desenvolvimento em infraestrutura que é a cereja do bolo. Não pode ser que, apenas por ter amizade com empresário, estar há anos na prefeitura, o prefeito Alceu volte à administração. Parece que, se isso acontecer, ele vive do dinheiro público.

Basta de sustentar os mesmos por uma causa que, olhando bem, a sociedade não ganha absolutamente nada com isso. É preciso dar oportunidade para todos e, como são todos que pagam os impostos em favor do desenvolvimento, o prefeito Mazzioni não pode viver a custa do cidadão. Ele, como professor, tem condições de voltar à sala de aula e mostrar, às comunidade, que não precisa da prefeitura, do Poder Público para viver. Este é o momento. Se ele, Alceu Mazzioni, tiver um pouco de dignidade e respeito pela cidade que lhe deu tudo o que tem, vai para a iniciativa privada, criar uma empresa e dar emprego aos seus conterrâneos.


Anúncio Radial 2
Campanha Infraestrutura - Mobile
Campanha Agricultura - Mobile
Campanha Segurança Pública - Mobile
Campanha Santur
Rech Mobile
Alesc Facebook - Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro