Close Menu

Busque por Palavra Chave

TRIÁTLON

Xaxinenses sobem no pódio em Cascavel

Competição mobilizou atletas de todo o País
Por: Felipe Giachini
19/10/2016 10:45 - Atualizado em 19/10/2016 10:45
 Xaxinenses voltaram satisfeitos. Amanda, Andrigo e Marcos ficaram em 3º lugar. Simão conquistou o 23º lugar, mas destaca que o importante para ele foi a experiência de estar iniciando com o grupo (Foto: Arquivo de Felipe Ballin) Xaxinenses voltaram satisfeitos. Amanda, Andrigo e Marcos ficaram em 3º lugar. Simão conquistou o 23º lugar, mas destaca que o importante para ele foi a experiência de estar iniciando com o grupo (Foto: Arquivo de Felipe Ballin)

A união da natação, ciclismo e corrida ganha adeptos todos os anos, é o triátlon. As modalidades são disputadas em uma sequência e requer esforço e muita dedicação antes do dia das disputas. Por todo o País, as competições tomam conta da rotina dos atletas, que deixam seus afazeres um pouco de lado para se prepararem para o esporte cada vez mais popular. Neste mês, no último dia 09, uma dessas competições atraiu a participação de alguns xaxinense, que embarcaram até Cascavel, no Paraná, em busca do lugar mais alto do pódio. O 2º Eco Triathlon Cascavel contou com a participação do chefe do Cartório Eleitoral de Xaxim, Marcos Correa Vieira, do promotor de Justiça, Simão Baran Junior, e também os competidores Andrigo e Amanda Reginatto.

O percurso, que dura em média de uma a duas horas, começou com a prova de natação, por cerca de 1 km, depois 20 km de bicicleta, e por fim a corrida, por 5 km. As provas são divididas com base no modelo da bicicleta, Speed ou Mountain Mike. Conforme Marcos, a maior dificuldade acontece antes da competição, pois é preciso treinar as modalidades juntas e, também influenciado pela ausência na estrutura em Xaxim. “É necessário um treinamento específico e tem de unir os três esportes para sabermos dosar o esforço requerido em cada etapa para que não fiquemos muito cansados nas seguintes. Pela falta de locais próprios para o treinamento, sobretudo na parte da natação, temos de nos deslocar até Chapecó. O difícil é conciliar os treinos com a vida pessoal e profissional, pois exige muita dedicação. No meu caso, como estávamos em ano eleitoral, tive de diminuir constantemente os treinos, mas estou me preparando para disputar provas no ano que vem”.

O atleta ainda acredita que o triátlon é uma filosofia de vida, pois para aderir ao esporte é preciso abdicar da rotina, manter uma alimentação mais regrada, entre outros quesitos, mas mais do que a satisfação de ser adepto à prática é ser um incentivador para os filhos - Pedro, de quatro anos, e Guilherme, de dois meses. “O que me motiva é poder influenciar meus filhos para que eles convivam nesse ambiente regado a pessoas saudáveis e famílias e, assim, desenvolverem o gosto pelo esporte. Isso não representa só uma forma de vida, mas proporcionar a eles que se insiram nesse meio, que eles estejam cada vez mais em contato com o esporte, faz com que eu me dedique cada vez mais. O esporte gera disciplina, qualidade de vida, cuidado com o corpo e a mente e isso irá refletir no futuro”, destacou.


Outras Notícias
Anúncio Radial 2
Campanha Infraestrutura - Mobile
Campanha Agricultura - Mobile
Campanha Segurança Pública - Mobile
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro