Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma

Qual? Amai ou Amosc!

Por: Marcos Schettini
23/08/2017 10:43

Xaxim tem duas vias de traçado a serem feitas. A primeira é seu desenvolvimento atrasado a ser vencido. A outra, e mais importante, é ganhar investimentos que pode, ligada a Chapecó, ser beneficiada. Teria razão de se manter na Amai? Por que, nestes 38 anos de entidade, a municipalidade mantém seu pique diminuindo para que tenha, dividida por uma BR importante do Estado e do país, não ser observada em sua força regional? Esta demonstração de atraso, embora todo o esforço empresarial, mantém efeito direto na sociedade que, apática, não sabe onde correr. O batalhão sonhado, um exemplo mínimo, é um deles. O 190, ligado de Xaxim, vai para Xanxerê e, depois a PM é acionada. A municipalidade não merece isso.


Contra

A secretária Executiva da Amai, Ingrid Piovesan, bem colocada em sua condição de responsável pela entidade, aponta as dificuldades de Xaxim se desligar da instituição para ir para a Amosc ser mais um quando, na Associação, é a segunda.

Direção

Reconhecida como uma entidade com capacidade técnica de grande resposta, a Amai concentra o que há de melhor em profissionais e é, inclusive, reconhecida pelas demais associações de SC, inclusive a Amosc, hoje afundada em denúncias.

Mundo

A troca da Amai por Amosc, é um procedimento que, pelo cenário geográfico, determina que é bem melhor ser unida à cidade de Chapecó por interesses comuns geográficos, a ficar na Amai sendo segunda e sem investimentos.

ADRs

Embora respeite-se as secretarias criadas por LHS, elas não representam mais nada para SC. Obesa, obsoleta, pobre em solutividade e sem recursos, as Agências de Desenvolvimento Regional não são mais nada. Passaram.

Acabou

O PMDB defende sua manutenção afirmando que as ADRs são elementos de importância regional aos municípios, foi vencido. Não há mais motivos de investimentos de 250 milhões por ano para oferecer nada.

Melhor

Xaxim é um lugar de um empresariado forte, dedicado, mas precisa de um direcionamento alinhado. Estão alheios a Chapecó e Xanxerê. A Amai têm 38 anos de serviços, mas a municipalidade precisa ganhar seu tamanho.


Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro