Close Menu

Busque por Palavra Chave

Ricos de dinheiro e pobres de coração

Por: Júnior Chisté
19/09/2017 10:10

Felizmente conheço alguns poucos homens que durante a sua vida acumularam determinada riquezas.

Uns levaram cerca de quinze, vinte, trinta anos. Outros um pouco mais de cinco anos (sic).

Esses que levaram tão pouco tempo para construírem fortunas tiveram "sorte" ou descobriram o "mapa da mina" de alguma forma se é que me entendem.

Mas a grande verdade é que cedo ou tarde o castelo de quem construiu sua fortuna em cima da incoerência vai desmoronar.

Passe o tempo que passar, a hora derradeira vai chegar.

O todo poderoso Joesley chorou quando lhe abriram a porta da cela em que está preso, sim um dos homens mais ricos do Brasil, o homem da JBS.

Geddel, aquele das malas de dinheiro e dos mais de 50 milhões de reais encontrados em um apartamento, continua chorando no fundo da cadeia.

Lula e Temer ainda estão livres, mas o longo braço da lei já lhes encosta no ombro.

Aécio Neves e alguns grandes nomes até da política catarinense já estão meio que arrumando suas malas para quem sabe essa nova moradia também.

E olha que pode ser um efeito dominó, e este ser devastador.

Falando com um advogado de forte influência de Chapecó dias atrás o mesmo me disse com todas as letras que muitas surpresas ocorrerão na região oeste nos próximos meses, especialmente antes da eleição do próximo ano.

Esperar pra ver!

O fato é que estar sentando em cima de um monte de dinheiro, ser um afortunado não é sinônimo de boa saúde, de bom caráter e sobretudo de boa índole.

O dinheiro modifica as pessoas, faz com que elas esqueçam que um dia já fora pobres monetariamente e ricas humanamente falando.

Que já amaram seus pais, que já andaram de chinelos de dedo, que já foram funcionários e que já tiveram que comer o que tinha para comer em casa.

Pessoas afortunadas, a maioria delas, esquecem logo o seu passado.

Preferem acreditar que sempre foram assim.

Hoje, em seus tronos, quando podem humilham, hostilizam, se fazem passar por bons homens ou moços, para quando puderem dar o bote certeiro.

Ao invés de águias são uma matilha, lobos a espera da próxima presa.

Se dizem águias, mas que os conhece sabem que são um bando de lobos, dos mais selvagens e sedentos por se apropriarem de tudo o que for intransigente e indignante.

Águias tem que ser o Ministério Público, a Polícia Federal, eu, você, a população.

Chega de sermos roubados todos os dias e nos calarmos diante de tanto cinismo e maracutaias.

Porque faltam remédios, exames, qualidade nas estradas, iluminação pública, aumentos e valorização ao funcionalismo público?

Precisa responder?

O bolo é servido todos os meses, há algumas fatias.

Qual é o tamanho da fatia que sobra para a população?


Palhoça Você em Dia - Mobile
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro