Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma

AMOR PELA ARTE

Jovem de Chapecó é a única da região que trabalha exclusivamente com lettering

Por: LÊ NOTÍCIAS
22/09/2017 09:23 - Atualizado em 30/10/2018 10:13
Lousaria/Reprodução/Instagram Apaixonada pela arte e exclusivamente trabalhando com lettering há sete meses, desde criança Fernanda mantém os cadernos e a caligrafia impecáveis Apaixonada pela arte e exclusivamente trabalhando com lettering há sete meses, desde criança Fernanda mantém os cadernos e a caligrafia impecáveis

Por Vitória Schettini

A arte de desenhar, brincar com as letras, decidir o design que elas terão a fim de criar uma forma de ilustração é o nome dado ao lettering, arte que envolve o traço firme, linhas coloridas e decorativas em uma palavra ou frase. Com o crescente número de adeptos à atividade e por ser uma prática recente, o lettering tem conquistado artistas e pessoas que gostam da arte em desenhar letras, e entre elas, está a chapecoense Fernanda Basso, de 26 anos, que treina seus traços há vários anos.

Apaixonada pela caligrafia desde criança, quando o lettering não era comum, seus cadernos já eram lotados de uma letra impecável, pois é uma entusiasta da arte, desde o desenho, até a escrita. Tudo ficou mais sério quando Fernanda graduou-se em Direito e não estava satisfeita com o mundo que acabara de abraçar, então a artista decidiu seguir o que gostava de fazer, ou seja, arte. “Eu vejo o lettering como uma profissão em ascensão. Após ter deixado o Direito de lado, eu mergulhei nisso, treinei, pesquisei e foi algo que deu muito certo, porque a procura é muito grande. O lettering é um trabalho que pode ser feito tanto num local mais sério, como um escritório, quanto em uma festa de criança, por exemplo”, explica.

Como ainda não existe uma loja física, para colocar a arte na prática, Fernanda inicia, muitas vezes, a conversa com o cliente através do WhatsApp, quando juntos definem a palavra ou frase, além do tamanho da lousa. “Em cima da frase escolhida, eu crio uma arte toda feita à mão. Em seguida, mando para aprovação do cliente para, aí sim, iniciar os trabalhos do lettering. Na parede, funciona da mesma forma, o cliente me envia as medidas e eu crio a arte utilizando a frase enviada”, relata.

Conforme Fernanda, o material manuseado para treinar o lettering é a brush pen, caneta especial, com cerdas na ponta, que utiliza para esboços em papéis, já em placa de MDF ou madeira, a artista faz a toda a pintura em preto, finalizando os traços com a caneta posca. “Muita das fontes de pesquisa e ideias as quais eu utilizo são do Pinterest, uma rede social de compartilhamento de fotos e imagens. Mas a internet e os livros também me auxiliam muito na criatividade”.

Pioneira na região, a artista explica que sempre analisa a superfície e o local em que a arte será realizada. “Apesar de a caneta posca ser a principal ferramenta, eu tenho sempre que analisar o campo de trabalho. Por exemplo, essa caneta é permanente, mas em um local com muita umidade ou numa parede de um restaurante, que tem gordura, não posso usá-la, então utilizo outra caneta, que não desbota com o tempo e que ficará sempre com a mesma textura e coloração”, ressalta, contando sobre a análise que antecede os trabalhos.

Fernanda expõe que antes mesmo de iniciar a profissão no lettering, sempre que tinha um tempo sobrando, pesquisava e fazia traços para si, mas lembra de que não era uma prática constante. O treinamento intenso só iniciou há dois anos, quando estava trabalhando em uma placa de MDF, onde escrevia normalmente, mas após algumas pesquisas, passou a utilizar o estilo atual para finalizar os traços. Com os estudos, ela também começou a compreender melhor sobre os diferentes estilos de traços, como a caligrafia, tipografia e lettering. “As pessoas costumam confundir muito os três tipos de escrita. A tipografia se trata da família das letras, como se fosse algo impresso, a caligrafia é a letra escrita, já o lettering é a letra desenhada, este último, que sou apaixonada”, enfatiza ela.

A LOUSARIA

Focada no sonho de trabalhar com o que mais gostava de fazer, começou as vendas através do Instagram, quando criou a Lousaria, uma loja online, onde iniciou a exposição dos seus trabalhos. “Eu abri a loja faz pouco tempo, pois comecei com a ideia em fevereiro deste ano, logo após eu sair de um escritório de advocacia, no qual eu não estava satisfeita. Então, comecei a pesquisar muito sobre o assunto, a fim de ver como eu iria iniciar tudo isso, já que não é algo tão simples. O objetivo é que o lettering tenha a cara do cliente, contudo, às vezes, ele não consegue expressar o jeito que quer a arte, então isso depende de muita pesquisa e dedicação”, acrescenta.

Além disso, Fernanda é a única que trabalha exclusivamente com essa prática na região, sendo assim, seu trabalho tem ganhado destaque, sobretudo após a Mostra Casa Chapecó, evento que promove os novos conceitos e tendências de arquitetura e decoração, o qual está aberto à visitação desde o dia 30 de agosto e segue até o dia 1º de outubro. Na exposição, Fernanda foi contratada para decorar caixinhas de vidro, carrinho de bebidas e escrever com lettering em paredes, mas as coisas foram muito além. “Fui convidada para fazer os trabalhos, mas outras pessoas começaram a observá-lo, e pediram para que eu fizesse também para eles. Estava certo para eu decorar em dois espaços, mas de repente estava trabalhando em cinco locais”, relata.

Ela ainda conta que o lettering está em uma ascensão incrível, já que as pessoas se sentem muito bem em locais que têm frases de motivação, por isso estão buscando a arte, criando harmonia em ambientes de trabalho, gastronômicos e até mesmo em residências. Para se ter uma ideia, é um trabalho tão personalizado, que pode-se utilizar uma única frase e, com ela, montar dezenas de artes diferentes. “Para o futuro, quero me aperfeiçoar cada vez mais. Faço cursos online e presenciais, inclusive em Porto Alegre, além da leitura de vários livros. Quem sabe criar uma loja física, mas no momento meu objetivo é fazer cursos e me aperfeiçoar sempre mais”, finaliza.


Outras Notícias
Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro