Close Menu

Busque por Palavra Chave

Julia Bianchi: tudo é possível ao que crê

Por: LÊ NOTÍCIAS
27/09/2017 13:45 - Atualizado em 27/09/2017 13:50

A frase atribuída a Jesus Cristo dimensiona o tamanho do alcance que cada um, com Fé, pode chegar. Sabe-se, como Ele mesmo afirmara que, aquele que tiver fé do tamanho de uma semente de mostarda, é capaz de mover montanhas de lugar. Diante desta afirmação que todos os cristãos conhecem, mas não dominam, é dada a alguns a capacidade de, assimilando, fazer de fato montanhas saírem andando.

A menina Júlia Bianchi, nascida em Lajeado Grande, que daí saiu quando tinha apenas 13 anos, conquistou admiração, respeito e fama através do esporte. O mesmo que encanta a todos e que faz maravilhas àquele que acreditam.

O esporte é um caminho de sucesso, seja físico ou financeiro, ele oferece vitalidade, reconhecimento e respeito, além disso, dá também condições de uma existência sem preocupações econômicas. E foi assim que Júlia, menina ainda, com sua fé, caminhou. No campo de terra daquele município, onde chutava bola para seu irmão, cruzando para brincar nos tempos disponíveis, descobriu-se.

Agora, chegando à condição de jogadora da Seleção Brasileira, conquistando à posição de capitã, isto é, líder de sua equipe, falando pelos demais, assumindo-se como porta-voz de um grupo que precisa de disciplina, saúde física e mental, espírito de equipe, talento e, acima de tudo, humildade.

Isto Júlia tem demais. Na sessão solene em que foi homenageada pelos vereadores de sua terra, com a presença do prefeito e do vice, seus pais, avós e amigos de infância, hoje com 20 anos, vai jogar na Espanha, em Madrid, lugar em que, por experiência de viajar por várias partes do mundo, vai saber levar a marca de sua gente, dos seus sonhos e a alegria de chegar ao topo.

Ela acreditou. Acreditou que poderia, que daria certo e fez quando os demais entendiam que não seria possível. Soube mover a montanha de terror, medo, preconceito e dificuldades para que ela mesma passasse e o fez com simplicidade, humildade e respeito às origens.

A população de Lajeado Grande saberá reconhecer-se nela nas telas de TVs de todo o mundo. Será na superação de outros tantos talentos como a Marta, que jogou a Copa do Mundo de Futebol feminino e fez a história.

Júlia chegará e vai mais longe. Vai levar a marca de sua alegria, desde suas lágrimas escorridas enquanto as autoridades falavam e ela, lembrando do passado, quando viu-se vencedora. Sem o orgulho que fecha os olhos, sem a prepotência que engana os caminhos, sem humilhar porque derruba. Ela está onde merece e sua elegância nas palavras, levando a Bandeira Municipal como vestimenta, mostrou que é duplamente vencedora. Uma alegria para Lajeado, SC e ao Brasil. A Fé, de fato, move montanhas. Para todas as pessoas.


Palhoça Você em Dia - Mobile
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro