Close Menu

Busque por Palavra Chave

Líderes e autoridades discutem projeto ferroviário para impulsionar o Oeste de SC

Divulgação Presidente da Acic, Lenoir Broch, o secretário de Portos, aeroportos e Ferrovias (SPAF), Beto Martins e o presidente da Aurora Coop, Neivor Canton Presidente da Acic, Lenoir Broch, o secretário de Portos, aeroportos e Ferrovias (SPAF), Beto Martins e o presidente da Aurora Coop, Neivor Canton

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (Acic), Lenoir Broch, o secretário de Portos, aeroportos e Ferrovias (SPAF), Beto Martins e o presidente da Aurora Coop, Neivor Canton, nesta manhã de quinta-feira (07), no Hotel Mogano Premium, reuniram-se para discutir a infraestrutura do Oeste catarinense.

“A presença do secretário José Roberto Martins, do governo do Estado, representa mais uma vez um momento de esperança, vendo o governo estadual interessado no futuro, na infraestrutura que a nossa região exportadora precisa”, destacou Canton. O presidente da Aurora Coop ainda frisa que há um complexo produtivo muito desenvolvido na região e que para sobreviver e ser competitivo precisa, nos próximos anos, uma infraestrutura na mesma proporção.

Lenoir Broch afirma que o novo governo está ciente do problema da logística de insumos e que a secretaria está trabalhando para encontrar soluções. “O secretário Beto Martins está muito alinhado, sensível às dificuldades que a gente enfrenta no Oeste, e a própria inauguração do Porto Seco de Dionísio Cerqueira é uma obra de extrema importância, porque traz para a região melhorias principalmente o fluxo de veículos, de caminhões de carga na fronteira com o país vizinho.”

Além de ressaltar a confiança do engajamento do secretário no projeto já definido. “E a nossa grande luta no momento é pela ferrovia que liga Maracaju (MS) a Chapecó (SC), com possibilidade de ir a Passo Fundo (RS), e essa que liga Chapecó a Correia Pinto (SC) com o trabalho desenvolvido pelo secretário é fundamental,” explicou Broch.

O secretário aponta que está com laços estreitos com os empresários chapecoenses e as provocações de demandas feitas por meio da Acic movimentam as autoridades. “Tenho participado dessas discussões. Em síntese, o que o governo do Estado de Santa Catarina quer é que o problema seja resolvido no melhor tempo possível. Para que nós não tenhamos o que de pior pode acontecer que é perder unidades de produção para outros estados,” salientou Martins.

A região Oeste catarinense abriga algumas das principais empresas e cooperativas de processamento animal do Brasil, a falta de infraestrutura afeta principalmente os setores produtivos da suinocultura e da avicultura.


Outras Notícias
Criciúma 2024
São José - Fevereiro
Alesc - Novembro
Unochapecó
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro