Close Menu

Busque por Palavra Chave

Intolerância McCoy e Hatfield não serve para Xaxim

Por: LÊ NOTÍCIAS
09/10/2017 10:51 - Atualizado em 09/10/2017 10:59
Conflito entre os Hatfields e McCoys, nos Estados Unidos, ocorreu no século XIX (Foto: Divulgação/LÊ) Conflito entre os Hatfields e McCoys, nos Estados Unidos, ocorreu no século XIX (Foto: Divulgação/LÊ)

Xaxim está, no mapa de Santa Catarina, colocada entre as dez piores cidades onde os grupos políticos locais, em guerra ininterrupta plena, não interessando quem seja que está no poder, se matam ideológica e economicamente para que nenhum deles possa ter excelência administrativa.

O jogo interessante de poder, aquela família contra aquela outra, este irmão contra aquele, este empresário destruindo o outro, o partido A que é contra o partido B sob quaisquer circunstâncias. Por que disso?

Tem uma história por trás que, neste momento não cabe marcar como lembrança, mas quem vive na cidade, reconhece que este tempo já passou e que, por respeito aos mais antigos, os mais jovens se inclinam na manutenção desta divisão para não contrariar seus pais. Contrariar seus pais? Como assim?

A cidadania é de todos, para todos e em favor de todos. Não pode aquele senhor ser contra que sua descendência tenha a os mesmos motivos históricos de intolerância que foi vivida pelos seus antepassados. Os tempos são outros, as movimentações e sabedoria foram amadurecidas e as amizades, antes vistas como impossíveis, não podem ser levadas às centenas dos anos. Basta.

Foram cenas de completa intolerância que parentes teimam em defender os membros de seus grupos familiares ou não, inflamando ressentimentos amargos que abrangem gerações e colocam em xeque o crescimento da cidade.

O que está em jogo em busca do poder para benefício próprio em tudo isso? Na campanha, como foi visto nos últimos dias do pleito, vídeos que inventam materiais assinados por covardes que se escondem por falta de identidade, seja social ou não e que, dane-se a ética pela história local, querem vencer da forma mais pobre possível. Por quê? O que o cidadão ganha e tem a ver com isso?

Está no momento de rever os conceitos e buscar o tempo de certezas e luz municipal. Xaxim precisa vencer seus erros do passado e olhar para frente, o futuro, seus alcances possíveis e ter a coragem de mudar o que é possível, entender os novos tempos e acreditar que pode sim vencer os desafios. Campanha eleitoral é um celeiro de mentiras que, quando passa, todos voltam à realidade.

Está no caminho certo quem pensa que pessoas boas, em partidos contrários, são inimigos. Pessoas boas em partidos diferentes são guerreiros, lideranças a serem utilizadas em favos de todos. Líderes unem, patetas separam.

Com a tecnologia e o bom senso, inteligência e tolerância, é possível fazer tudo acontecer de bom para os filhos da terra. Imaginárias como aquelas famílias americanas, MacCoy e Hatfield, guardadas as proporções, não servem mais para a convivência do século XXI, em lugar nenhum.


Covidômetro - Florianópolis
IPTU São José - 2021
Governo do Estado - Juntos somos mais fortes
Prefeitura de Palhoça - IPTU
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro