Close Menu

Busque por Palavra Chave

Contrato de R$ 16 milhões garante 1ª etapa da modernização da Arena Condá

Por: LÊ NOTÍCIAS
16/10/2017 11:28
Prefeito Buligon, presidente da Chape Plínio David De Nês e o deputado federal João Rodrigues estiveram presente no ato (Foto: Prefeitura de Chapecó) Prefeito Buligon, presidente da Chape Plínio David De Nês e o deputado federal João Rodrigues estiveram presente no ato (Foto: Prefeitura de Chapecó)

A Prefeitura de Chapecó e a Caixa Econômica Federal assinaram neste domingo (15), na Sala de Imprensa da Associação Chapecoense de Futebol (ala mista da Arena Condá), contrato para a execução das obras da 1ª etapa de ampliação e modernização da Ala Sul da Arena, no valor de R$ 16 milhões. O ato contou com a presença de autoridades municipais, prefeito de Chapecó Luciano Buligon, da Caixa, e da diretoria da Associação Chapecoense de Futebol. O contrato é resultado de convênio entre a Prefeitura de Chapecó e o Ministério do Esporte, com interveniência da Caixa, no valor de R$ 15,6 milhões. Os R$ 400 mil restantes são contrapartida da Prefeitura de Chapecó, totalizando os R$ 16 milhões. A obtenção dos recursos federais contou com a articulação do deputado federal João Rodrigues (PSD/SC).

As obras compreendem a modernização da Ala Sul do estádio e melhorias na infraestrutura. O prazo final do convênio é 31 de dezembro de 2018 e a execução do plano de trabalho dessa primeira etapa envolve várias fases: fundações/pilares; carga, transporte e bota fora – entulho; demolição parcial da arquibancada existente; estrutura de concreto armado; equipamentos de obra; sistema da fachada; recuperação e pintura da arquibancada existente; iluminação com lâmpadas de LED; pilar de concreto com bloco; cobertura metálica; colocação de telha em fibra translúcida; pintura intumescente e revestimentos.

Obra necessária

Trata-se de obra necessária e importante para a ampliação e melhoria da Arena, pois vem sendo usada para atividades esportivas de alto rendimento, tornando-se desta forma um dos mais importantes estádios do estado de Santa Catarina, palco de várias conquistas obtidas pela Associação Chapecoense de Futebol. Na lista de resultados positivos, cinco títulos estaduais (1977, 1996, 2007, 2011 e 2016), uma Copa Santa Catarina (2006), uma Taça Santa Catarina (1979) além de cinco vice-campeonatos catarinenses (1978, 1991, 1995, 2009 e 2013), dois vice-campeonatos da Copa Santa Catarina (1996 e 2009), 3º colocação na série D (2009), acesso à série C, onde permaneceu até 2012, e da à série B, para chegar à divisão de elite do futebol brasileiro, disputando a Série A pela 4º vez consecutiva, e figurar entre os 20 melhores clubes de futebol do Brasil.

Em 2016, devido ao desastre aéreo que culminou na morte de 71 pessoas, entre eles dezenove atletas e dezesseis membros da equipe técnica da Chapecoense, além de oito integrantes da diretoria, 21 jornalistas e sete tripulantes, a Chapecoense foi declarada campeã após o Atlético Nacional solicitar a entrega da taça à equipe. Com isto, a Chapecoense ganhou o direito de disputar a Copa Libertadores da América de 2017, a Recopa Sul-Americana, a Copa Suruga Bank e a Supercopa Euroamericana do ano seguinte. Foi o terceiro clube do Brasil campeão do torneio. Além disso, a Chapecoense obteve o primeiro título internacional de sua história, e foi o primeiro time do estado de Santa Catarina a conquistar um título continental, sendo a primeira equipe fora dos 12 grandes do futebol brasileiro a conseguir esse feito.

Melhorias nos últimos anos

Nos últimos anos, parcerias entre a Prefeitura de Chapecó e o Governo do Estado elevaram capacidade e conforto para os torcedores com ampliações e melhorias nas alas da Arena Condá. Recentemente foi apresentado um novo projeto da nova Arena, que recebeu o slogan “Palco das Nossas Maiores Conquistas”, resultado da solidariedade de duas empresas que realizaram o trabalho sem qualquer custo, a Estel Engenharia, de Itajaí-SC, e a NBC Arquitetura, de Cascavel-PR, prevendo aumento da capacidade para 30 mil torcedores, camarotes e cabines para a imprensa.

Aos poucos a Arena Condá vai ganhando status de um grande estádio. O Regional Índio Condá foi inaugurado no dia 24 de janeiro de 1976 para ser a casa do futebol Chapecoense. A história do Estádio guarda momentos inesquecíveis, como o primeiro título de campeão catarinense da Associação Chapecoense de Futebol em 1977. O sexto e último título estadual foi conquistado em 2017 e o Clube também traz no peito uma sétima estrela que representa a conquista da Copa Sul-americana de 2016.

Em 2007 a Prefeitura de Chapecó decidiu transformar o Estádio em Arena e iniciou a execução de novas arquibancadas. A Ala Sul foi inaugurada em 2009 e a Ala Norte em 2010. Com a construção da nova Ala Leste em 2013, a Arena Condá alcançou a capacidade atual de 20 mil torcedores.

Com o acesso da Chapecoense a serie A em 2014, depois a conquista da Sul-Americana em 2016, com uma vaga na Copa Libertadores da América 2017, o Clube e a Prefeitura estavam diante de mais um grande desafio: melhorar as instalações e aumentar a capacidade de lotação, que segue agora com a assinatura do contrato neste domingo.

Ato prestigiado

Ao ato de assinatura do contrato compareceram diversas autoridades. Em 15 minutos o prefeito Luciano Buligon conduziu o cerimonial, assistido pelo vice, Elio Francisco Cella; deputado federal João Rodrigues; deputado estadual Altair Silva; presidente da Câmara de Vereadores Valmor Scolari; o presidente da Associação Chapecoense de Futebol Plínio David De Nes Filho, mais o vice-presidente Ivan Tozzo e o presidente do Conselho Deliberativo Gilson Vivian; Superintendente Regional da Caixa, Maria Cláudia Sakai; Gerente da Caixa em Chapecó, Elias Lazzaris; Gerente Executivo de Governos da Caixa, Renato Savaris; Gerente Regional da Caixa, Carlos Alberto Bonin; e os representantes das empresas Estel Engenharia (Sérgio e Patrícia) e da NBC (Victor e Mauro).


Outras Notícias
Covidômetro - Florianópolis
IPTU São José - 2021
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro