Close Menu

Busque por Palavra Chave

Novembro, Chapecoense!

Por: Júnior Chisté
06/11/2017 15:20

Sim, ainda faltam vinte e poucos dias para um ano, um ano de uma das maiores tragédias futebolísticas de todos os tempos.

Hoje não quero escrever sobre heróis, sobre algumas pessoas que até ganharam com essa tragédia, nem escrever sobre o clube, a própria Chapecoense.

Quero tentar me colocar ao lado dos filhos, esposas, pais e amigos, especialmente dos jogadores, comissão técnica e dos diretores que prematuramente desapareceram no final de novembro passado.

Você tem certeza que realmente refletiu e se colocou no lugar de cada um deles e de como estão tentando viver?

No filme "Sempre ao seu lado", o famoso filme onde a amizade de um cão com o seu dono transcende o tempo, onde o cachorro Yakita não sabendo que o seu tutor morre, volta durante anos ao mesmo local, onde esperava ele voltar de seu trabalho todos os dias. Podia nevar, chover, fazer o tempo que fosse, lá estava ele aguardando o seu eterno amigo, o senhor Parker Wilson, (Richard Gere).

Há uma estátua deste cão no Japão, essa história é verídica!

Depois de tanto esperar, de tanto aguardar por sua chegada, o cão então fecha seus olhos e começa a se recordar de todos os momentos vividos ao lado de seu fiel amigo, lembra de todos os instantes, da voz, das corridas, dos abraços, dos sorrisos, das brincadeiras...

Podemos somente imaginar, somente tentar fantasiar em nossas mentes a dor de uma esposa, de um filho, de um pai ou de uma mãe.

Quantas vezes eles acordaram pensando no retorno dessas pessoas? Quantos sonhos tiveram? Quantas vezes o vento tocou em suas faces como se algo fosse lhes dizer algo?

Há muito mais que o dinheiro, que a glória, que um clube de futebol que até agora poucos pararam pra pensar.

Pensam em livros, em filmes, em homenagens, em cantos, em abraços, em uma maneira de apaziguar...

O ser humano é engraçado, quer contornar o desaparecimento por algo que continua aqui, e o que está aqui é apenas o que nos deixa melhores e o que nos ensina.

O que realmente nos fará melhores é exatamente este aprendizado, a introspecção, a compreensão na mais sublime da sapiência independente da mais tenra cerimônia!

Se estou dizendo que é para se mantar no luto pelo resto da vida?

Evidente que não, pelo contrário, estou dizendo que somente quem perdeu é que compreende o que estou querendo dizer.

A volta por cima é somente para quem sentiu, sente e sentirá sempre.

Luto, não é sofrer, é amar para sempre de uma maneira onde se tem sempre por perto, em seu interior.

Sabendo sempre que o mais belo sorriso jamais se apaga, pois o espírito e a alma se confundem, podem ser os mesmos, as mesmas, podem se tocar, são intermináveis.

Pense sempre na profundidade delas!

Só quem perdeu sabe o que eu quis dizer!


Covidômetro - Florianópolis
IPTU São José - 2021
Governo do Estado - Juntos somos mais fortes
Prefeitura de Palhoça - IPTU
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro