Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma

DIREITO

Jurista nascida em Xaxim conclui pós-doutorado na Grécia e leciona na Unesp

Por: LÊ NOTÍCIAS
13/11/2017 09:24 - Atualizado em 10/05/2018 09:31
Durante um ano, Soraya Gasparetto permaneceu em Atenas, na Grécia, para obter o pós-doutorado (Foto: Arquivo Pessoal) Durante um ano, Soraya Gasparetto permaneceu em Atenas, na Grécia, para obter o pós-doutorado (Foto: Arquivo Pessoal)

Por Vitória Schettini

Berço da democracia, a Grécia conquista admiradores e pessoas fascinadas por esse belíssimo país, tão rico culturalmente. Além de ser a origem de grandes filósofos como Aristóteles e Sócrates, artistas e intelectuais, a Grécia também é um dos locais onde o Direito se iniciou, através da formação das leis, legislações e regras a serem seguidas. Nesse sentido, a nação também foi o destino pelo qual a xaxinense Soraya Gasparetto, professora de Direito Constitucional da Universidade Estadual Paulista (Unesp), escolheu para agregar mais um degrau à sua formação acadêmica, o pós-doutorado.

De acordo com Soraya, o interesse pelo Direito começou ainda na infância, quando ela já sentia o impulso de defender outras pessoas, principalmente os mais fracos. “Minha mãe disse que eu deveria ser advogada, mas eu não tinha pensado nisso. Quando terminei o ensino médio, acreditei que estudar Direito me permitiria entender melhor os conflitos sociais e a política. Eu poderia atuar na solução de problemas da nossa sociedade que é desigual e discriminadora. Em particular oprime as mulheres e as minorias étnicas. Xaxim é minha cidade natal, onde moram muitos dos meus amigos de infância, minha família, onde estudei, cresci, o lugar que me traz tantas lembranças”, relata.

Soraya permaneceu na Grécia por um ano, para realizar seu pós-doutorado, mas ela conta que ainda mantém contato com colegas, pesquisadores e professores com quem trabalhava. Além disso, ela volta para lá praticamente todos os anos para participar de eventos, aulas e congressos. Em janeiro de 2017, a professora esteve na nação grega a fim de participar de um congresso financiado pela Fundação Rosa Luxemburgo, no qual participaram docentes de diversos países.

“Para mim, a Grécia é um país impressionante, mas muito mais impressionantes são os gregos. Todos são apaixonados por política, discutem tudo o tempo todo. Os sítios arqueológicos estão em todo lugar, você está andando pela rua e se depara com a Prisão de Sócrates. A Acrópole é muito bem preservada, o que é muito difícil porque os terremotos são muito frequentes, é impressionante pensar que ela tem quase 2.500 anos. Já os povos das Ilhas Cíclades têm mais de seis mil anos de história. A arte desse povo que habitou a Grécia é impressionante, especialmente se você pensar que essas obras foram esculpidas quatro mil anos antes de Cristo”, conta ao LÊ NOTÍCIAS.

A professora relata que o Direito e a política permitem que as pessoas interajam umas com as outras. Em congressos e projetos de pesquisas ela tem contato com pessoas do mundo inteiro e na Universidade, Soraya e colegas de trabalho recebem pessoas de diversas partes do mundo, como Dinamarca, França, Itália, Chile, China, Alemanha, além de lá haver um convênio para receber alunos africanos. “O mais importante para mim é poder dizer para os jovens xaxinenses que a vida acadêmica pode ser muito rica e interessante, que todos podemos buscar novos horizontes, sem claro, deixar nossas raízes. Minha família, meus filhos, meus pais, minhas irmãs sempre foram minha base, meu esteio devo a eles minha força e minha alegria. Vejo muitas meninas daqui que talvez tenham dúvidas sobre tentar viver e conhecer outros lugares. Posso afirmar que nosso limite é o do nosso desejo e força de vontade”, destaca.

Após advogar por muitos anos, Soraya lecionou em muitas universidades particulares. No entanto, ela decidiu se dedicar integralmente à docência e assim, fez um concurso e foi aprovada em 1º lugar para atuar como professora de Direito Constitucional na Unesp, ainda em 2012. Trabalhar como professora permitiu que ela se dedicasse mais à pesquisa. Ela também é doutrinadora de Direito, onde escreveu, junto com o professor Dimitri Dimoulis, o livro Curso de Processo Constitucional, que no ano de 2017, teve sua 5ª edição publicada pela Editora RT (Revista dos Tribunais), com aproximadamente 10.000 exemplares vendidos. Além disso, Soraya publicou cerca de 10 livros e mais de cinquenta artigos científicos, e uma obra em grego sobre a crise e o papel da Constituição Grega, também com Dimitri Dimoulis.

Com uma excelente comunicação em inglês, italiano e por ler textos em francês e espanhol, permitiu que Soraya participasse de muitos congressos fora do Brasil, como em Atenas (Grécia), em Trento (Itália), em Lisboa (Portugal) e Buenos Aires (Argentina). “Eu continuo estudando idiomas, incentivo meus filhos e meus alunos a aprenderem línguas, pois é uma ferramenta essencial para se comunicar melhor e entender o mundo”, finaliza.


Outras Notícias
Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro