Close Menu

Busque por Palavra Chave

Do que realmente uma cidade precisa?

Por: Júnior Chisté
29/01/2018 16:02

Estamos estupefatos de presenciar cenas de violência em todos os cantos de qualquer cidade e em todas as plataformas desta era moderna.

Aliás, de forma imbecil as pessoas fazem questão de compartilhar corpos mutilados em redes sociais. Uma verdadeira neurose diagnosticaria Freud se estivesse vivo.

Eu diria uma psicopatia, uma doença, uma compulsão bizarra sem tamanho.

Mas o que quero destacar aqui é que pessoas que fazem isso, são geralmente pessoas que não possuem lá afeição nenhuma para a arte, por exemplo.

Quem conhece uma verdadeira melodia, um verdadeiro espetáculo, grandes obras da literatura, se apropria de bons filmes e quando pode dialoga fatos positivos e faz de qualquer encontro algo enaltecedor não tem tempo para essas bizarrices.

Ontem, sexta, estive durante toda a manhã em uma das cidades mais belas e que ultimamente tem ficado ainda mais agradável porque possui uma gestão que tem dado atenção primordial para exatamente as pessoas, através da arte, do diálogo, da religiosidade, da cultura, da qualidade de vida, do bom atendimento, da gestão séria e coerente.

Estou falando da capital catarinense da cuca. Onde lá se canta, se dança, se vive como em poucos lugares.

Mais uma vez fui recebido de forma agradabilíssima pela prefeita Leani e pelo vice Olguin e também pelos secretários de Assistência Social, Saúde e Educação.

Em apenas um pouco mais de um ano conseguiram dar um novo ar ao município de Arabutã, provando que uma excelente administração se faz com comprometimento e gestos nobres e verdadeiros, olhando sempre para cada cidadão com a certeza que cada um é importante para o município.

Nos finais de semana, nos dias em que você meu caro leitor e leitora quiserem saborear uma cuca das mais divinas, um salame daqueles feitos somente em Arabutã ou um "tripão" e evidente conhecer outras delicias e também a beleza deste local vá e desfrute um pouco deste povo, desta etnia, você se sentira no oeste sim mas com os pés tocando a Europa. Um pouco da Alemanha, quem sabe Áustria, os países nórdicos como Suíça...eu nem sei como descrever...

Aproveito também para lhes convidar para a tradicional Kerb Fest, de 03 a 06 de fevereiro, onde a realeza e a administração aguarda toda a região.

Chopp, comidas típicas e a alegria deste povo que merece nossos aplausos e nosso prestígio.

Na próxima coluna vou falar de outro município, de uma administração realmente que FAZ A DIFERENÇA, vocês se surpreenderão!


Alesc - Julho
Fiesc Setembro
Zagonel
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro