Close Menu

Busque por Palavra Chave

Prévias do MDB naufraga, Mário Marcondes bate de frente com Alesc e Amin não cumpre acordo do PP

Por: Marcos Schettini
01/02/2018 20:42

O perfil do presidente do PSD em direção a outubro

Gelson Merisio tem adotado a mostra de eficiência e preparado ao responder assuntos de cunho estrutural e político de SC. Convicto do domínio pleno de suas intenções partidárias, posiciona-se como estadista para impressionar sua condição de homem público. O foco em direção a outubro, coloca sua liderança nas movimentações para construir, agora com mais peso e amplitude, o traçado nesta direção. Os meses de fevereiro e março são ajustes que vai se dedicar para consolidar o alcance. Não está dividido em picuinhas de quem sai ou entra nesta edificação, olha para frente. Se João Rodrigues dividir ou somar, deixa para o deputado federal responder ao futuro com a legitimidade que lhe permite.


Afundou

As prévias do MDB, selo de Mauro Mariani para medir queda de braço na indicação majoritária, desanda forte. Ignorado pelos concorrentes internos, é perder no início. O presidente ulyssista vê, embora disfarce, ruir suas intenções.

Valente

O deputado federal sempre combateu o oportunismo interno no MDB e, medindo força com LHS, seu padrinho político, enfrentou-o para tirar o partido do colo pessedista em 2014. Não é à toa o respeito construindo na sigla.

Queda

Mariani sabe não ter unanimidade na bancada federal e que, muitos deles, estão amarrados com Eduardo Pinho Moreira. O vice, que passa à Cadeira de comando nos próximos dias, joga para ganhar e sair forte na indicação sucessória.

Ele

O candidato a governador preferido de Gelson Merisio no MDB é Eduardo Pinho Moreira. Como tem construído uma relação de coligação com os Progressistas, o presidente do PSD atrai, por osmose, Esperidião Amin ao jogo.

Bestial

O que Esperidião Amin e Eduardo Pinho Moreira tem em comum é ódio pessoal um pelo outro. Não somente pela via judicial com litígio de anos, mas nas urnas. O vice buscando a reeleição, puxa o progressista ao mergulho pleno na disputa.

Meio

À medida que pediu licença sem renunciar à presidência do partido, Amin olha para frente. O eco nas bases progressistas por sua candidatura ao governo, foi o principal raciocínio para não entregar a sigla para Silvio Dreveck no combinado.

Inteiro

Amarrado à liderança de Gelson Merisio que tutelou sua chegada à presidência da Mesa, Silvio Dreveck assume o PP longe da renúncia combinada na Convenção. Esperidião apenas licenciou-se. Se precisar, garante seu retorno.

Asfixiando

O deputado Mário Marcondes, agora no MDB nas bênçãos de Eduardo Pinho Moreira, será o alfinete no balão da compra do prédio pela Mesa da Assembleia. Quer atingir Gelson Merisio via Silvio Dreveck. A pedido do vice.

Calo

Mantendo-se distante, Eduardo Moreira patrocina o deputado Marcondes para assoprar o trombone no retorno das atividades da Casa na semana que vem. Inclusive com CPI e investigação do MP para tirar Merisio do foco.

Justificativas

Renunciando ao controle da Mesa para manter o acordo e entregar a presidência ao deputado estadual Aldo Schneider, Silvio Dreveck faz um balanço na próxima segunda-feira para a imprensa. A compra do prédio é tema principal.

Rodovias

Ronaldo Benedet corre a região para fortalecer seu projeto de outubro. Na condição de presidente da Frente Parlamentar, ouviu a queixa dos prefeitos sobre o horror das estradas federais e as estaduais que não tem acostamento.

Dnit

Depois que Temer pediu a cabeça de Vissilar Pretto, indicado do deputado Jorginho Mello, o departamento desnutriu-se de vez. Se antes já não convencia, agora mostra-se completamente inútil. Ronaldo Benedet anotou tudo.


Covidômetro - Florianópolis - Maio
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro