Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma

EXCLUSIVO

Ministério Público se manifesta sobre tragédia que chocou Xaxim no final de semana

Por: LÊ NOTÍCIAS
05/02/2018 11:54 - Atualizado em 05/02/2018 11:55
Promotor Diego Barbiero também chamou a atenção da comunidade sobre as manifestações em redes sociais (Foto: Axe Schettini/LÊ) Promotor Diego Barbiero também chamou a atenção da comunidade sobre as manifestações em redes sociais (Foto: Axe Schettini/LÊ)

Por Axe Schettini/LÊ NOTÍCIAS

Em entrevista exclusiva concedida ao LÊ NOTÍCIAS na manhã desta segunda-feira (05), o Promotor de Justiça Diego Barbiero falou sobre a tragédia que chocou a comunidade xaxinense neste final de semana.

Por volta das 13h30 de sábado (03), uma discussão familiar na rua Airton Senna, no bairro Bela Vista, em Xaxim, resultou no homicídio de um homem, identificado como A. S. S., de 43 anos, provocado por golpes de faca.

Ao LÊ NOTÍCIAS, Diego comentou sobre o caso e explicou que, analisando os fatos, o menor agiu para interromper uma agressão. “Há sim uma versão de que o ato foi possivelmente de um excesso culposo de legítima defesa de terceiro, sendo que há uma situação de uma eventual briga familiar, tendo a intervenção do adolescente para fazer cessar esta discussão. Então o menor teria utilizado uma faca para cessar a agressão a uma terceira pessoa, tendo como resultado a morte de um dos envolvidos”, disse o promotor, salientando que a investigação ainda não está concluída, pois o Ministério Público deve receber os laudos periciais nos próximos dias.

O ADOLESCENTE

Com base no histórico do adolescente e com a investigação preliminar, o Ministério Público entendeu que não é o caso, por ora, requisitar a internação cautelar dele, pois respondendo um ato em liberdade não irá trazer risco à ordem pública, sendo que não há notícias de que ele irá se evadir para não responder aos procedimentos.

Ainda de acordo com o promotor Barbiero, há todo um cenário de tragédia familiar que deve ser ponderado. “Ele não possui históricos de agressão e atos infracionais. Por isso, até então, neste caso específico não é necessário a internação do adolescente. Ele tem bons predicados, é um bom aluno e bom filho, assim como a vítima, que mesmo com vícios com álcool, ambos eram bem vistos pela comunidade”, finalizou.

REDES SOCIAIS

O Promotor de Justiça Diego Barbiero também chamou atenção para as manifestações em redes sociais. “Se para nós é difícil, com todos os meios de investigação e métodos, reconstruir os fatos e chegar a uma conclusão para proceder em julgamento justo, como uma pessoa vai fazer isso com informações coletadas na hora, por exemplo, e fazer seu juízo de valor nas redes sociais”, exclamou.

Barbiero também pediu cautela e afirmou que as pessoas devem tomar cuidado ao utilizarem as redes sociais em casos trágicos. “Ficar plantando posições com discursos de ódio só tende a redimensionar essa tragédia, porque aí ela continua acontecendo devido aos comentários de pessoas que não possuem o conhecimento de fato do que aconteceu e do que deixou de acontecer”, alertou.


LEIA TAMBÉM:

Após discussão familiar, filho mata o pai no bairro Bela Vista em Xaxim


Outras Notícias
Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro