Close Menu

Busque por Palavra Chave

Transparência Criciúma

João Rodrigues e seu calvário, MDB quer Eduardo Moreira e PT entra em colapso em SC

Por: Marcos Schettini
06/02/2018 12:18

Empresariado quer definição para mergulhar no pleito

O poder econômico se manteve isento ao não dividir suas intenções pelo ego de JR e GM. Estão aguardando o capítulo final desta novela para, depois disso, arregaçarem as mangas e mergulhar no pleito. Seja com um ou outro. Demonstrado desnutridos, sem saber quem vai disputar as eleições para o governo, até porque há dúvidas da presença de Lula da Silva no pleito, os mais espertos do PT de SC desejam colocar Décio Lima para a missão de autofagia tirando-lhe a chegada certa de retorno a Brasília. Como o setor produtivo não quer saber do metalúrgico de volta na tutela do país, ver o partido de Dilma Rousseff agonizando, é um brinde diário.


Tensão

É para hoje a decisão do futuro de João Rodrigues de ficar na vida pública ou a inelegibilidade pelos próximos 8 anos que Luiz Fux coloca para definição. Colocada para o término desta questão, limpa-se o horizonte de outubro.

Preparado

O deputado gravou um vídeo que mostra o quanto está igualmente tenso em relação a este calvário que se estende desde que era vice-prefeito em Pinhalzinho. Por sua falação, mostrou-se estar assimilando qualquer decisão.

Solidariedade

Várias são as manifestações dos prefeitos e membros de grupos onde o parlamentar tem participação. Eleitores que acompanham sua vida pública desde o início. Muitas de entusiasmo porque desejam vê-lo no sufrágio majoritário.

Nitro

O fim desta tortura do tempo é desejo pessoal do deputado federal que quer continuar a trilhar sua vida pública com vitórias que conquistou em todas as eleições que participou. Dando certo, pisa fundo em busca do espaço majoritário.

Fica

Não há motivos para que JR continue no PSD porque, várias vezes teria manifestado seu desejo de sair porque está congestionado com Gelson Merisio na mesma direção à porta eleitoral. Passando apenas um, tem que quebrar a parede.

Fora

Caso fique para bater pela indicação do nome, JR sabe que o domínio pleno do diretório está nas mãos do presidente Gelson Merisio. Na dúvida, não ultrapasse. Segue na prudência com seu destino rumo ao Democratas.

Torcida

A esquerda inteira, aquela que viu seus pronunciamentos contra Dilma e Lula, assiste de camarote o resultado de sua condenação e preparam os foguetes para a festa nas redes sociais. O ex-prefeito de Chapecó é algoz de chicote declarado.

Envergado

O PCdoB de SC está completamente inclinado ao projeto de Gelson Merisio. Se não estarão na chapa, votam no acerto branco. Cesar Valduga andou lado a lado do pessedista em todas as incursões. Inclusive na eleição de 2016.

Necessário

Os comunistas foram parte da disputa para tirar votos do PT na eleição e sua participação no pleito, embora tenha ficado em terceiro, teve as digitais do PSD que, olhando para Gigante Buligon, tinha no comunista um aliado subliminar.

Jogo

Todos os que estão buscando a cabeça de chapa em outubro sabem os caminhos que estão trilhando. E não há nesta vanguarda inocentes. Estão armados fortemente e, se JR entrar no processo livre para atirar, o cenário muda geral.

Sonho

O MDB precisa de JR no cenário. Sabem que a queda de braço entre ele e seu parceiro GM está atrás das cortinas e precisa ganhar o conhecimento público para buscar fragilizar o presidente do PSD. Desta noite para amanhã, não dormem.

Estrada

Geovania de Sá passou por Abelardo Luz e se reuniu com Wilamir Cavassini para escutar demandas pendentes. A parlamentar escutou a choradeira ininterrupta dos prefeitos que estão aguardando o fim do parto do Fundam.



Transparência Criciúma 2
Anúncio Radial 2
Palhoça Parques
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro