Close Menu

Busque por Palavra Chave

Editorial | O mundo é dos silenciosos

Por: LÊ NOTÍCIAS
07/02/2018 17:50

O lugar onde tudo de fato acontece, é no silêncio, na estratégia de não dizer nada até porque, o que deve ser dito, as próprias circunstâncias assim demonstram. Há momento de dizer e momento de ficar quieto. Inclusive é bíblico. Às vezes fala-se o que se sabe, mas não sabe o que se fala. A regra diz isso para tudo. Quer dizer, o que pode ser dito, pode ser escutado. O que não pode ser escutado, não pode ser dito.

O mundo político funciona na certeza de tirar todos os atrapalhados da frente. Todos os obstáculos. Não interessa a maneira como se utilize os meios para que, como diz Machiavel, para chegar aos fins. E na política, principalmente neste meio nocivo, mentiroso e egoísta, tudo o que está envolto disso, joga na escuridão, na surpresa mais venenosa possível.

Não é somente no nacional, estadual ou municipal, mas em tudo que exige disputa política, há as artimanhas a serem utilizadas para que o método, não interessa qual deles, seja adotado. Quando não se tem o que falar, o melhor é ficar quieto. O silêncio é, para os inocentes, uma grande arma. Quem fala muito, mais que o necessário, paga pelo exagero.

A lógica do tempo, que a tudo amadurece e a todos revela seus mais escondidos percalços, palavra menos agressiva para designar que, todos, absolutamente todos, dentro do mundo político, tem sim algo a ser escondido. Não existem inocentes neste meio. Lá, como em tudo que está envolto a isso, fica de pé apenas quem é forte.

Quem sabe seguir na vida pública, sem deixar rastros, sem fixar o poderio evidente a quem detém o poder, passa por ela chegando ao fim sem ser derrubado. Mas nem sempre isso significa que tenha concluído sua trajetória sem deixar rastros de dor e ranger de dentes aos seus iguais. Na política, quem não derruba, é derrubado.

Quem viu o impeachment da presidente Dilma, escutando cada deputado falar em nome de Deus, da família, com muitos deles citando amantes, sendo que a maioria deles é bandido evitando outros, mostra exatamente o centro deste editorial do LÊ NOTÍCIAS que afirma, categoricamente que, no meio, não há inocentes. Ali todos, absolutamente todos, são iguais em procedimentos e métodos. Derruba ali, cai lá.

É a lei fria e calculista de quem vive neste meio, sorri hoje, cora amanhã. Puxa o tapete ali, é derrubado lá. Seria a lei do retorno que, inicialmente tomado de injustiças, recebe de igual modo em proporções semelhantes.


Fecam
OktoberFest
CORAÇÃO DE SC
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro