Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma

Eduardo Moreira quer ser reeleito, Gelson Merisio vai para o enfrentamento e Ademir Arnon no Duas Perguntas

Por: Marcos Schettini
22/02/2018 11:22 - Atualizado em 22/02/2018 12:11

A mão que balança o berço

O filme de Hollywood que, no início dos anos 80, mostra a babá, aos poucos, apoderando-se do bebê da patroa, tem algo de semelhante em Santa Catarina. Raimundo Colombo entregou o governo, ainda sob seu comando, para Eduardo Moreira assumir enquanto viaja para Espanha. Como tem experiência no trato, mostrando habilidade para comandar a casa enquanto o patrão está fora, apoderou-se com consentimento. O lageano vê o criciumense tomando conta do filho e aplaude deixando a família confusa e irritada do gesto. Na verdade o licenciado assinou a folha em branco para o interino cuidar do filho como um pai. E está fazendo com graça. A criança, pelo balanço do berço, responde rindo enquanto os parentes choram.


O Brasil vive a dúvida da ética, transparência e respeito com o cidadão. Qual é o compromisso da imprensa nestas eleições?

O compromisso da imprensa no tocante às eleições é justamente o de realizar uma cobertura isenta, transparente, ética e, acima de tudo, de muita responsabilidade, mostrando aos eleitores como tem agido os atuais ocupantes de cargos públicos e também aqueles que pretendem ingressar na vida pública. Creio que desta forma poderemos contribuir para o fortalecimento da democracia.

O perigo do Fake News não é um desafio de combate para a imprensa de credibilidade e para a ACI?

Sem dúvida. A proliferação das “fake news” é a maior prova de que o bom jornalismo, aquele praticado com ética e com foco na defesa dos interesses da cidadania e da sociedade, não deve sucumbir ao avanço das redes sociais. Em tempos de circulação frenética de notícias falsas, que tantas injustiças têm causado a milhares de cidadãos, a credibilidade do jornalismo se mostra essencial para combater esse novo mal do século.


Enfrentamento

A decisão de Eduardo Moreira de passar o gadanho nas ADRs que LHS criou, é um recado direto ao deputado Gelson Merisio que, metralhando-as há anos, convenceu-se de que esta é sim um peso morto que mancha seu governo.

Carimbou

Ao desferir o golpe nas enfadonhas Agências Regionais, Eduardo carimba o discurso de seu maior concorrente eleitoral de outubro. Não somente avaliza o que o presidente do PSD sempre afirmou, mas chamou-o para a briga.

Investida

O governador do MDB chama Gelson Merisio para o ringue e pede para o PSDB assistir. Marcos Vieira, dominante pleno do PSDB, fica forte para, sendo fiel da balança, olhar qual deles sai mais ferido para levantar o braço.

Real

Marcos Vieira está para Paulo Bauer como Eduardo Moreira para Mauro Mariani. O tucano fecha o punho para pegar o senador em um golpe perfeito para ser, dele mesmo, o nome da majoritária. Já não esconde os movimentos.

Desvio

Paulo Bauer vê o domínio de Marcos Vieira no partido e o distanciamento de mais oito anos em Brasília. O ringue entre Eduardo Moreira e Gelson Merisio, é sinal para fugir da disputa. O senador já começa a olhar para a Câmara dos Deputados.

Bolsa

Ora olhando para o MDB, ora para o PSD, Marcos Vieira está assistindo. Pelo tamanho da queda de braço entre Eduardo e Merisio, a cotação tucana sobe e o deputado vai ganhando altura enquanto faz sombra em Paulo Bauer. No camarote.

Esquentando

Gelson Merisio vai mandar flores para Raimundo Colombo agradecendo seu gesto de sensibilidade às investidas ulyssistas. Não somente cedeu o governo, mas avalizou o adversário dando a máquina e liberdade para atirar no PSD.

Gripe

Lideranças do PSD presentes na Capital ontem começam a olhar para o Senado de Raimundo Colombo com o mesmo respeito que o governador está dando em aval pleno ao MDB. Fundam afundando e deixando Pinho Moreira deitar e rolar.

Visita

Em Xanxerê nesta sexta-feira, momento de mostrar o que quer justamente em terreno adversário, Eduardo Moreira vai abraçar Adenilso Biasus na prestação de contas do Sicoob Credimoc e medir o termômetro no ninho da cascavel.

Recado

Ao colocar Adenilso Biasus no escalão do governo, Eduardo chama a região para a briga e coloca em xeque, definitivamente, o silêncio que o PIB do Oeste mantém em relação às intenções de chegar ao governo. Agora ou nunca é a mensagem.

Espanto

Os deputados estaduais, principalmente da bancada do MDB, foram pegos de surpresa com a extinção de ADRs. Eduardo quis evitar a indignação e enfrentar reações. Quando viram, já tinha ido. Colombo que poderia ter feito, sumiu.

Cavalaria

As movimentações de Pinho Moreira são na direção da reeleição e está impondo respeito nas atitudes. Colocou a tropa na rua e todos devem defender sua reeleição. O maior cabo eleitoral é Colombo que, surdo aos apelos do PSD, entregou tudo.




Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Blumenau pronta para crescer
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro