Close Menu

Busque por Palavra Chave

Por que sabemos e não fazemos?

Por: Júnior Chisté
28/02/2018 11:53

Sim, o título da coluna de hoje é praticamente o título de meu primeiro livro. Se você ainda não apanhou, leia.

Me perguntam como eu cheguei a este título e basicamente o que o livro retrata. Simples!

As pessoas sabem o que fazer, possuem as informações. São dotadas de uma determinada sabedoria, tem tudo para escolher o que comer, quais ações praticar, que comportamentos exercerem e mesmo assim, levadas pela emoção, pelos terríveis hábitos, pelo comodismo, preferem continuar no erro, se auto-destruindo.

Meu livro faz com que além de colocar a pessoa pra refletir, logo colocará ela pra agir, realizar novos procedimentos e viver uma vida melhor e em plenitude.

Só que se deparará com o velho lema de sempre: dependerá dela, a partir daquele momento escolher novas alternativas ou esperar o resto de seus dias assim...

Sim, tem aquele que logo pensa "mais um livro de auto-ajuda" porque é lógico. Tudo depende da pessoa. Posso ter decisões a partir de agora e "me auto-ajudar".

Mas cara pálida. O seu trabalho é uma auto-ajuda. O banho que você toma é auto-ajuda.

Tudo que o meu livro trás é baseado nos meus atendimentos psicológicos, nos meus vinte anos trabalhando no rádio e atendendo pessoas de todas as classes, realizando palestras para centenas de milhares de pessoas, trabalhando no coach e empoderando gente através de centenas de ferramentas e vendo com meus olhos os resultados magníficos.

Vou citar aqui um exemplo: estava eu realizando um treinamento para um município distante 200 quilômetros daqui. Na primeira vez que fui a esta cidade, entreguei uma ferramenta que ressaltava os pontos fortes, positivos do dia-a-dia. Essa ferramente visa reestruturar cognitivamente nossos pensamentos para que eles sejam reforçados por positivismo e não toda hora serem invadidos por pensamentos de auto-crítica negativa e pensamentos errôneos.

De um universo de 200 pessoas, quantas, durante um ano fizeram esse exercício, utilizaram essa ferramente quase todos os dias?

Cinco pessoas! Sim, 2,5%!

Mas sou incapaz neste momento de escrever aqui a tamanha diferença dessas poucas pessoas para outras.

Hoje, essas cinco pessoas, são altruístas, veem o mundo com gratidão. São melhores socialmente. Melhoraram seu grau de satisfação perante a vida e o mundo lhes retribuiu.

Mas foi porque ELAS FIZERAM.

Tomaram uma ATITUDE.

Quantos são assim?

Por isso o título de meu livro "Porque sabemos o que sabemos e não fazemos".

Quer saber mais? Compre meu livro!


Covidômetro - Florianópolis
IPTU São José - 2021
Governo do Estado - Juntos somos mais fortes
Prefeitura de Palhoça - IPTU
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro