Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma

Para Dresch, caso BRF beneficia os EUA e tem como foco prejudicar a economia do Brasil

Por: LÊ NOTÍCIAS
07/03/2018 12:07 - Atualizado em 07/03/2018 12:09
Deputado Dresch afirma que ação beneficia EUA no mercado internacional de carne (Foto: Assessoria) Deputado Dresch afirma que ação beneficia EUA no mercado internacional de carne (Foto: Assessoria)

"As irregularidades precisam ser apuradas e os responsáveis punidos, mas nenhum país do mundo promove a destruição da sua economia, das empresas e do emprego. A ação espetaculosa da Polícia Federal beneficia exclusivamente os Estados Unidos", afirmou o deputado estadual Dirceu Dresch (PT) ao criticar na tribuna do Legislativo a nova ação da operação Carne Fraca da Polícia Federal, que teve como alvo a empresa BRF, dona das marcas Sadia e Perdigão. Ele afirmou estar preocupado com as consequências para a cadeia produtiva da carne catarinense, em especial, a agricultura familiar.

Para o deputado, a ação é reflexo do processo que culminou no impeachment da presidenta Dilma Rousseff e que teve a articulação dos Estados Unidos, visando enfraquecer a economia do Brasil. "É o golpe a serviço do capital internacional. O Brasil se destaca no mercado mundial de carnes como maior exportador mundial. Tínhamos a Petrobras com tecnologia única no mundo, que possibilitou a descoberta e exploração do pré-sal, e construtoras de grande envergadura executando grandes obras em outros países. Isso incomodava muita gente. O juiz Sergio Moro foi aos Estados Unidos, aprendeu estratégias para operar por meio do Judiciário e com apoio da mídia a aniquilar esses setores que estavam fazendo o Brasil brilhar no mundo. Uma estratégia que permeia o judiciário, o sistema financeiro e político e que está permitindo a destruição de empresas, de empregos e da economia do país".

Ele citou o caso do Poder Judiciário da Alemanha, na apuração de crimes cometidos pelas gigantes multinacionais: Siemens e Volkswagen. "Alguém viu a Justiça da Alemanha perseguir e destruir a Volkswagen pela fraude na emissão de gases de seus veículos? Ou promover a difamação da Siemens pelos casos de corrupção em licitações? Não, a justiça daquele país puniu os executivos responsáveis, sem estardalhaço irresponsável. No Brasil, a Polícia Federal e a mídia condenam antes dos fatos serem devidamente apurados e julgados".

Complexo de vira-lata - Dresch criticou os que defendem a submissão do Brasil perante as outras nações. “É complexo de vira-lata: se eu não posso ser grande, chego junto de um grande e penso que sou grande. É triste ver esse pensamento predominar dentro de setores da sociedade. Temos hoje um presidente do Brasil que é um boneco na mão do capital internacional. É rechaçado pelo povo com menos de 4% de aprovação, mas é o presidente dos sonhos dos Estados Unidos, deste grupo que quer sugar da América Latina o sangue, o suor e as riquezas que temos aqui.”


LEIA TAMBÉM:

PF divulga e-mails que indicam suposto esquema na fábrica de rações da BRF de Chapecó


Outras Notícias
Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro