Close Menu

Busque por Palavra Chave

EXCLUSIVO | Jorge Bornhausen quebra o silêncio e faz importante leitura da política catarinense

Por: Marcos Schettini
09/03/2018 19:21 - Atualizado em 09/03/2018 19:41

Nesta sexta-feira (09), o ex-senador Jorge Bornhausen conversou com o jornalista Marcos Schettini e, de maneira tranquila e sábia, fez uma leitura importante da política catarinense. Ele se diz reservado e que não participa mais ativamente de nada. “Converso com os amigos quando me procuram e dou conselho quando sou chamado por alguém”, salientou.

Confira a entrevista completa:

Marcos Schettini: Como o senhor acredita que deve se desenhar o projeto do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, em Santa Catarina e qual o caminho para construir isso?

Jorge Bornhausen: Ele é o candidato natural dos catarinenses e vai ganhar a eleição com longa margem em Santa Catarina. Eu não acredito em outros nomes que possam derrotar o governador de São Paulo, pois se trata de um homem de melhor qualidade e experiência. Já foi vencedor de uma eleição para Presidente da República em SC e vai repetir sua vitória.

MS: Como construir esse projeto e mudar o cenário, tirando essa condição ruim apresentada por Alckmin nas pesquisas?

JB: Eu não estou preocupado com esta condição da pesquisa atual, pois estamos longe do pleito e, sem dúvida alguma, ele irá se firmar e ganhar a eleição no Brasil. O melhor palanque, inevitavelmente, é com o senador Paulo Bauer.

MS: Para ampliar esse projeto, o PSDB não deveria abrir mão da cabeça de chapa?

JB: Não há razão para abrir mão quando o Paulo [Bauer] é o melhor candidato e está em melhores condições em Santa Catarina. É uma coisa dentro da lógica, e política também tem lógica, por isso chegou a vez do Paulo. Ele terá meu voto com toda certeza, como Raimundo Colombo também terá meu voto ao Senado.

MS: Como o senhor avalia a costura política de Gelson Merisio?

JB: Não tem base eleitoral, possui uma boa base política, mas nunca passou de 5% nas pesquisas, então ele precisa reconhecer que embora seja um bom articulador político, não tem um nome estadualizado para vencer uma eleição.

MS: Como fica Paulinho Bornhausen neste projeto?

JB: É um projeto dele e ele precisa construir, se desejar concorrer a algum posto.

Covidômetro - Florianópolis
IPTU São José - 2021
Prefeitura de Palhoça - IPTU
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro